22/06/2015 09h54 - Updated 9/04/2016 12h15

Após saída de Alecrim, quatro nomes são cotados para Susam

Aliados afirmam que a escolha do novo secretário será mais técnica que política.
Dos quatro cotados, dois já foram secretários de saúde do Estado ou da Prefeitura de Manaus. (Photo: reproduction)
Dos quatro cotados, dois já foram secretários de saúde do Estado ou da Prefeitura de Manaus. (Photo: reproduction)

Pelo menos quatro nomes estão sendo cotados pelo governador José Melo (PROS) para substituir o secretário de Estado da Saúde, Wilson Alecrim, que entregou sua carta de exoneração no último sábado. Entre eles está o médico ginecologista obstetra Agnaldo Costa, hoje diretor do Hospital da Mulher Dona Lindú, que também foi secretário de saúde na gestão dos ex-governador Eduardo Braga (PMBD), e portanto antecessor de Alecrim.

Outro nome é o do ex-secretário municipal de saúde na Prefeitura de Manaus e hoje diretor presidente da Fundação Alfredo da Matta (fuam), Hélder Cavalcante, do mesmo grupo do ex-senador Alfredo Nascimento (PR), que foi aliado de Melo na última eleição para o governo.

Segundo aliados de Melo, o governador ainda cogita o nome do médico urologista Anoar Samad, amigo pessoal do ex-governador, atual senador Omar Aziz (PSD). O nome de Anoar vem sendo avaliado, não é de hoje.

Com menos força, mas também entre os nomes avaliados está o deputado estadual Doutor Gomes (PSD). Desde que era vereador, Gomes sempre deixou claro para o seu grupo político que seusonhoera ser secretário de saúde.

Alecrim entregou sua carta de exoneração na manhã do último sábado. Em nota a assessoria da Susam, deu conta de que Alecrim entregou o cargo pormotivos de ordem pessoal”, mas nos bastidores, aliados acreditam que o secretário estava insatisfeito com o corte de gastos na pasta.

Aliados, que pediram para não ter o nome revelado, informaram à coluna que a escolha será mais técnica que política. O novo secretário precisa ser capaz de acalmar os ânimos dos profissionais da área, revoltados com a decisão de Alecrim, de reduzir o número de médicos plantonistas. E ainda de administrar a estrutura da saúde, já sobrecarregada, com recursos limitados.

*** If you are in favor of a totally free and impartial press, collaborate enjoying our page on Facebook and visiting often the AM POST.

Latest news

Contact Terms of use Wp: (92) 99344-0505