Alessandra Campelo critica comandante–geral da PM Gilberto Gouvêa

O coronel não atendeu demanda enviada pela Comissão da Mulher
20/08/2015 15h53 - Updated 20/08/2015 15h53
Photo: disclosure

In a statement on the floor of Amazonas Legislative Assembly (hazard), this Thursday (20), no Grande Expediente, the state representative Alessandra Campêlo (PCdoB) criticou o posicionamento do comandante–geral da Polícia Militar do Amazonas (PM-AM), coronel PM Gilberto Gouvêa, por não ter atendido demanda enviada pela Comissão da Mulher, da Família e do Idoso (CMFI), a qual a parlamentar preside.

Alessandra Campêlo disse ter enviado ofício ao comandante, solicitando informações sobre o processo que corre na PM investigando a morte da soldado PM Deusiane Pinheiro, no dia 1º de abril deste ano. A policial morreu nas dependências do Pelotão Fluvial da Polícia Militar.

A deputada considerou “uma falta de respeito” o fato de o coronel Gouvêa ter respondido que as informações com relação a morte da policial estarem na internet, onde podem ser consultadas. “Ele desconhece o papel da Assembleia Legislativa, não entende que é obrigado a prestar informação a um parlamentar eleito pelo povo”, said.

Por conta da falta de resposta, Alessandra Campêlo disse que vai apresentar um pedido oficial à Comissão de Segurança da Assembleia, solicitando o comparecimento coronel Gilberto Gouvêa à Casa legislativa para prestar esclarecimentos.


*** If you are in favor of a totally free and impartial press, collaborate enjoying our page on Facebook and visiting often the AM POST.


Contact Terms of use Wp: (92) 99344-0505