14/08/2015 14h25 - Updated 14/08/2015 14h25

William and Kate complain of harassment of photographers to Prince George

For them, as táticas utilizadas pelos fotógrafos estão cada vez mais perigosas.
Photo: reproduction
Photo: reproduction

O príncipe William e a mulher, Kate, duques de Cambridge, denunciaram nesta sexta-feira as táticas dos paparazzi para obter fotos de seu filho, George, e pediram aos meios de comunicação que não comprem as imagens. “Nos últimos meses aconteceu um aumento dos episódios de assédio dos paparazzi ao príncipe George de Cambridge”, afirma o Palácio de Kensington em um comunicado.

O texto diz que as táticas utilizadas pelos fotógrafos estão cada vez mais perigosas. Em um episódio recente, um paparazzo passou horas a uma certa distância de um parque infantil, em um carro com vidro fumê que, segundo o Palácio de Kensington, poderia ter sido considerado uma ameaça à segurança. “É de esperar que aqueles que pagam aos paparazzi entendam que alimentam com seu dinheiro atividades perigosas ao redor de uma criança de dois anos”, afirma a nota.

O Palácio de Kensington também lembra que William e Kate têmcompartilhado com felicidade fotos de seus filhos e continuarão fazendo isso nos próximos meses e anos”. That is why, pedem que os meios de comunicação e o público não recorram às fotos de paparazzi.

A questão do assédio de paparazzi é particularmente sensível a William, cuja mãe, a princesa Diana, morreu com seu namorado Dodi al-Fayed em Paris, in 1997, quando o carro em que estavam sofreu um acidente enquanto tentava escapar da perseguição de um grupo de fotógrafos.

Em seus dois anos de vida, o príncipe George, terceiro na linha de sucessão à coroa da bisavó Elizabeth II, fez cinco aparições públicas, a última delas no batizado de sua irmã Charlotte, no começo de julho.

Source: Veja.com

*** If you are in favor of a totally free and impartial press, collaborate enjoying our page on Facebook and visiting often the AM POST.

Latest news

Contact Terms of use Wp: (92) 99344-0505