06/10/2015 11h56 - Updated 6/10/2015 14h47

For the first time, TSE should investigate campaign of a president

Há suspeita que a chapa de Dilma e Temer, recebeu dinheiro desviado da Petrobras.
Photo: Ueslei Marcelino / Reuters
Photo: Ueslei Marcelino / Reuters

The Superior Electoral Court (TSE) ) está perto de abrir a primeira investigação de campanha de um presidente da República. A corte analisa a suspeita de que a chapa da presidente Dilma Rousseff e do vice, Michel Temer, recebeu dinheiro desviado da Petrobras.

Se a investigação for aprovada, será a primeira vez que o tribunal abre uma Ação de Impugnação de Mandato Eletivo (AIME) contra um presidente da República, segundo informações do jornal Folha de S. Paulo.

Until now, o placar está em quatro a um para a abertura do processo contra a chapa de Dilma Rousseff. In this way, a corte – que é composta por 7 magistrados – já tem maioria favorável para a abertura da ação.

Em levantamento feito a pedido de EXAME.com, o TSE calcula que, since 2010, a corte julgou duas ações de impugnação de mandato eletivo contra a presidente Dilma Rousseff. A primeira, protocolada em 2010, questionava a nacionalidade da petista e foi arquivada.

A ação que pode ser julgada hoje foi apresentada pelo PSDB em janeiro. A legenda sustenta, among others, que a campanha de Dilma e Temer foi financiada por doações de empresas contratas pela Petrobras como parte do pagamento de propinas.

Veja como cada ministro votou até agora:

A Ação de Impugnação de Mandato Eletivo (AIME) é um dispositivo previsto no artigo 14 da Constituição Federal para casos em que o candidato eleito é suspeito de abuso de poder econômico, corrupção ou fraude.

Outras quatro ações contra a campanha de Dilma Rousseff e Michel Temer tramitam na Corte.

A expectativa é de que amanhã (7) the Federal Audit Court (TCU) comece o julgamento das chamadas “tax pedaling” durante o primeiro mandato de Dilma Rousseff.

Source: Exame.com

*** If you are in favor of a totally free and impartial press, collaborate enjoying our page on Facebook and visiting often the AM POST.

Latest news

Contact Terms of use Wp: (92) 99344-0505