06/11/2015 10h53 - Updated 6/11/2015 10h55

TJAM e Ufam instalam Centro Judiciário de Solução Consensual de Conflitos

O Brasil tem mais de 140 milhões de processos.
Photo: advisory
Photo: advisory

Para o Brasil que tem mais de 140 milhões de processos, e a exemplo do que vimos recentemente no subsolo do Superior Tribunal de Justiça (STJ), onde foram encontrados processos com 19/20 anos para serem julgados, aqui no nosso polo avançado é diferente. On here, as pessoas chegam com esperança e saem com a certeza de que seu conflito foi resolvido”. Foi com este discurso que a presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), chief judge Graça Figueiredo, iniciou a solenidade de instalação do Centro Judiciário de Solução Consensual de Conflitos, realizado na manhã desta quinta-feira, day 5, no prédio do Polo Avançado do Núcleo de Conciliação das Varas de Família (Dawn).

A cerimônia também contou as presenças do diretor da Escola de Aperfeiçoamento do Servidor do TJAM (Eastjam), desembargador Paulo Lima; do juiz coordenador do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos, Gildo Alves de Carvalho Filho; da juíza de direito da 1ª Vara Cível, Joana Meireles; da reitora da Universidade Federal do Amazonas (I trust), professora Márcia Perales Mendes Silva; do diretor da Faculdade de Direito da Ufam, professor Sebastião Marcelice Gomes, e da coordenadora geral do Polo Avançado Manaus, pela Universidade Federal do Amazonas, professora Lidiany de Lima Cavalcante, além de servidores, serventuários e universitários.

A desembargadora-presidente se mostrou bastante feliz em formalizar essa parceria de sucesso juntamente com a Ufam e salientou o desejo de instalar, increasingly, polos avançados. “Gostaria de deixar clara a alegria de realizarmos um evento como este. Quem dera pudéssemos instalar muitos outros núcleos. Estamos com a pendência de cinco municípios-polo por falta de transporte, mas tenho fé em Deus que, muito em breve, teremos a satisfação dessas instalações. Esse tipo de notícia precisa ser espalhada. Essas ações distribuem a pacificação social entre as pessoas. Quero agradecer ao apoio da Ufam e exorto todo o corpo docente da universidade para que possamos firmar outras parcerias”, stated.

Reitora da Ufam, a professora Márcia Perales também agradeceu a parceria com o Poder Judiciário do Estado e frisou que tal atividadeé uma forma diferenciada da justiça ser mais acessível”. “A universidade tem uma missão bastante complexa, mas estimulante, que é fazer com que a produção do conhecimento, contribua para a competência técnica do Brasil, sempre alinhada organicamente na formação de cidadãos. E é prazeroso ver um projeto como este apresentando números bastante interessantes”, said.

Outro ponto importante, abordado pela reitora, é com relação a uma possível ampliação do projeto. “Cada solução de conflito realizada tem a ver com a vida de muitas pessoas, de uma família que, oftentimes, está em um processo doloroso e que precisa de apoio e agilidade. A presença de profissionais ligados a psicologia, ao serviço social é de extrema importância. Thereby, podemos analisar que outros cursos podem participar dessa atividade multidisciplinar e quem sabe nos tornarmos referência para outros estados”.

O magistrado Gildo Alves Carvalho Filho declarou que naquela ocasião estavanascendo um centro judiciário diferenciado com maturidadee fez menção a premiação que o TJAM receberá na noite desta quinta-feira, day 5, do Programa Qualidade Amazonas (PQA). “Fico extremamente feliz e emocionado com o crescimento dessefilhoque queremos que complete a maior idade e que ninguém possa atrapalhar a sua vida. Dados estatísticos são muito frios diante da quantidade de emoção que controlamos diariamente. Continuaremos com a mesma dedicação e com o compromisso de mudar vidas”, finished.

Source: TJAM

*** If you are in favor of a totally free and impartial press, collaborate enjoying our page on Facebook and visiting often the AM POST.

Latest news

Contact Terms of use Wp: (92) 99344-0505