Deputado cobra políticas habitacionais que evitem invasões em Manaus

Cobrança foi baseada na desocupação da invasão Cidade das Luzes que resultou na morte de uma pessoa.
14/12/2015 13h45 - Updated 14/12/2015 16h16
Photo: DIRCOM / ALE-AM

The state deputy José Ricardo (PT) charged, durante a sessão desta segunda-feira (14), políticas públicas voltadas a moradias populares e lamentou a morte de André Junior de Oliveira Vasconcelos (32), morador da invasão Cidade das Luzes, que para tentar impedir a sua remoção do local, cuja desocupação ocorreu na última sexta-feira (11), ateou fogo ao próprio corpo. André Junior teve 80% do corpo queimado e faleceu ainda no dia 11, no Pronto Socorro 28 of August.

“Ele deixa a esposa, sete filhos e muita tristeza na sua comunidade e família. Hoje não tem alternativas para a população mais pobre, as pessoas moram de aluguel, moram com suas famílias, mas buscam algum lugar e não conseguem porque quase todos os empreendimentos em Manaus com recursos púbicos ou somente da iniciativa privada, são para quem tem uma renda a partir de certa quantidade de salários mínimos”, He noted.

José Ricardo explicou que empreendimentos imobiliários para esse segmento da população não atraem o interesse do setor privado por não haver retorno financeiro, portanto a iniciativa deveria partir do poder público. O petista disse também não concordar com ocupações, pois este não seria o caminho para resolver o problema habitacional na cidade.

“Falta política habitacional. O prefeito de Manaus não tem nenhum projeto em andamento, não tem nenhuma alternativa, um loteamento de terrenos. A melhor maneira de você enfrentar as ocupações irregulares é você criar essas alternativas para não ter justificativa para alguém invadir um terreno”, said.

José Ricardo contou ainda ter visitado o capitão do Comando de Operações Especiais da Polícia Militar, Jardir Anit, que ao ver, durante a desocupação da Cidade das Luzes, André Júnior atear fogo ao corpo, tentou salvá-lo e acabou sofrendo queimaduras de 1º e 2º graus.


*** If you are in favor of a totally free and impartial press, collaborate enjoying our page on Facebook and visiting often the AM POST.


Contact Terms of use Wp: (92) 99344-0505