01/12/2015 10h13 - Updated 1/12/2015 10h13

Prefeitura certifica quase 100 microempreendedores e artesãos

Eles participaram de cursos de formação e aprimoramento.
Photo: Tácio Melo/Semcom
Photo: Tácio Melo/Semcom

A Prefeitura de Manaus certificou, on Monday, 30, 94 microempreendedores e artesãos que participaram de cursos de formação e aprimoramento entre os meses de setembro e novembro. The project, que faz parte das ações previstas pelo “Viva Centro Galerias Populares”, beneficiou 47 ex-camelôs e outros 47 artesãos que participaram das atividades ministradas por meio de parceria entre a Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi) e o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam).

Os artesãos tiveram aulas de capacitação nos módulos básicos de atendimento ao cliente e higiene pessoal; gestão de negócios; empreendedorismo e marketing; e planejamento e controle de finanças. Já os microempreendedores tiveram aulas de informática e internet. Todas as aulas aconteceram no centro da cidade, facilitando a adesão dos trabalhadores, já que a maioria atua naquela área.

A diretora-geral da Espi, Luiza Bessa Rebelo, destaca que a certificação representa uma continuação do que o programa tem realizando desde fevereiro de 2014. "Today, nós temos duas turmas com 47 pessoas se formando e outras 47 no próximo nível, que é o curso de informática. Todos os cursos são voltados à realidade deles” afirma a diretora, que garante que outras ações já estão previstas para o próximo ano.

“Em fevereiro de 2016, vamos começar com salas de educação para jovens e adultos, dentro das galerias e novas turmas de inglês. Sempre trabalhamos nesta continuidade para que eles se tornem grandes empresários”, frisa Luiza. Para o subsecretário do Centro Histórico, Glauco Francesco, as qualificações dos microempreendedores são uma “contrapartida” deles pela bolsa e auxílio que recebem da Prefeitura.

“Partimos do princípio que não era só qualificar ou só construir espaços adequados, mas sim trabalhar essas pessoas para que elas estejam preparadas para o novo ciclo econômico. Uma nova fase em suas vidas, pois saíram de espaços improvisados, nas calçadas, e estão indo para espaços mais qualificados para exercerem suas atividades econômicas”, highlights.

Representando o prefeito Arthur Virgílio Neto, the Mayor of Manaus (CMM), Councilman Wilker Barreto, ressaltou que todo processo de qualificação é importante. “O Viva Centro é um projeto de resgate da Prefeitura, no intuito não só de realocar, mas dar ao nosso amigo que estava no Centro, sem nenhum amparo, toda uma infraestrutura, qualification, treinamento e financiamento. Em várias capitais já funcionam projetos assim e funcionam muito bem. É um questão de cultura”, afirmou Wilker.

Os certificados
Morian Carvalho de Assunção, artesão que está trabalhando na Ponta Negra e participou do módulo básico, avalia o curso positivamente e promete fazer outras ações no âmbito. “Achei o curso muito bom. Ele amplia mais a visão empreendedora dos artesãos. Esse curso me ajudou muito e vai agregar inclusive no meu atendimento ao cliente”, avalia o trabalhador.

Paulo Alves Marinho, da Galeria Espírito Santo, contou que já participa de todos os cursos ofertados pela Prefeitura, desde o módulo básico. “Para mim, é muito gratificante. Why (neste curso de informática) aprendi a formalizar a minha planilha, organizar minhas compras e as minhas vendas. Foi muito válido e espero que ocorra o módulo avançado. Vai ser útil para nós”, afirmou Paula.

*** If you are in favor of a totally free and impartial press, collaborate enjoying our page on Facebook and visiting often the AM POST.

Latest news

Contact Terms of use Wp: (92) 99344-0505