Mr charges Katia Abreu Minister on closed season and fishing in the Amazon

Governo Federal suspendeu o pagamento do Seguro-Defeso de 90 mil amazonenses.
25/02/2016 14h59 - Updated 25/02/2016 15h00
Photo: disclosure

The maturity and the current validity of Ordinance 192, which suspended the period of the closed season throughout the country, They were asked by Mr Chagas Dermilson (PDT) to minis da Agricultura, Livestock and Supply (MAP), Katia Abreu, durante a reunião do Parlamento Amazônico, this Thursday (25), Palmas (TO). Chagas cobrou que o Governo Federal revise o documento que suspendeu o pagamento do Seguro-Defeso para 90 mil pescadores do Amazonas. A medida foi tomada sob a justificativa de recadastrar os beneficiários para evitar as fraudes.

“Faço um apelo: a portaria já venceu. Já passaram os 120 dias da validade e estamos sem resposta. A pesca é a atividade econômica muito importante para o interior do Amazonas. As prefeituras estão quebradas, o que sustenta a população do interior é o Seguro-Defeso. Are 90 mil trabalhadores da pesca que estão sendo jogados para caminhos errados”, He argued the parliamentary, sobre a medida que deixou de injetar R$ 280 million in state economy.

A ministra justificou a demora no recadastramento dos pescadores à ação integrada entre três ministérios: or MAP, o Ministério da Previdência Social e o Ministério do Meio Ambiente (MMA) que tiveram atividades divididas entre si, coordenadas pessoalmente por Katia Abreu.

O MAPA, de acordo com a titular da pasta, ficou encarregado de elencar os critérios para a elaboração de um novo cadastro para o pescador. O MMA ficou responsável pelo mapeamento dos rios e espécies de peixes e à Previdência Social coube articular uma maneira de pagar o benefício de forma contínua e eficiente. “Fizemos um pacote só e entregamos na Casa Civil há duas semanas. Não temos nada a fazer em relação ao Defeso. É esperar a Casa Civil”, said the minister.

Katia Abreu também justificou como entrave a fusão entre o MAPA e o antigo Ministério de Pesca e Aquicultura. “Tivemos muitos problemas quando a pesca veio para o ministério (Agriculture). A maioria do material estava em computadores que foram apreendidos pela Polícia Federal. Eliminamos o prédio que custava R$ 800 thousand a month, demitimos 400 commissioned. A pesca vai ser uma prioridade importante para o Ministério”, prometeu.


*** If you are in favor of a totally free and impartial press, collaborate enjoying our page on Facebook and visiting often the AM POST.


Contact Terms of use