Prefeitura convoca beneficiários do Bolsa Família para acompanhamento obrigatório

Crianças até sete anos, mulheres entre 14 e 44 anos, inclusive gestantes, inscritas no programa, devem comparecer à Unidade Básica de Saúde (UBS).
10/11/2016 13h57 - Atualizado em 11/11/2016 10h40
Foto: Reprodução

Os beneficiários do Programa Bolsa Família (PBF) foram convocados para o acompanhamento periódico obrigatório realizado pela prefeitura de Manaus. Crianças até sete anos, mulheres entre 14 e 44 anos, inclusive gestantes, inscritas no programa, devem comparecer à Unidade Básica de Saúde (UBS) com a documentação necessária. A falta do acompanhamento exigido pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) pode gerar a suspensão do benefício às famílias.

A coordenadora das Ações de Saúde Nutricional (Asan) da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), nutricionista Tânia Batista, lembrou que o acompanhamento teve início no mês de julho passado e que, neste segundo semestre, tem o dia 31 de dezembro como data limite para conclusão dos trabalhos.

A meta da Semsa é atender 114.415 famílias beneficiárias do Programa. Até o mês de outubro, já foram atendidas 33.978, faltando mais 80.437 para serem atendidas nestes dois últimos meses do ano. “Portanto, é fundamental que as famílias procurem a UBS para assegurar o acompanhamento e, com isso, garantir a permanência do benefício”, ressaltou Tânia.

É importante destacar que a ação do programa atinge diferentes públicos. Até o mês de outubro, 83% de famílias quilombolas e 57% de famílias indígenas cadastradas, já haviam realizado o acompanhamento obrigatório.

O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, destaca que as unidades da rede municipal estão preparadas para receber as mais de 80 mil famílias que ainda não compareceram para o acompanhamento obrigatório.

“Recomendamos que aqueles que puderem, compareçam imediatamente à UBS, evitando deixar este compromisso para os últimos dias do ano”, orienta o secretário.

Documentos
Para serem atendidas, as famílias devem levar o ‘Cartão Bolsa Família’, as cadernetas de vacina das crianças e da gestante. Na UBS, as equipes de saúde realizam o monitoramento do desenvolvimento das crianças, com a atualização de vacinas, além de fornecerem aos pais, informações sobre planejamento reprodutivo e encaminhamento aos programas de promoção à saúde disponíveis na rede pública de Manaus.

O Bolsa Família é um programa nacional que beneficia famílias em situação de pobreza, com aportes de até 170 reais per capita, e de extrema pobreza, com 85 reais per capita.

Mais informações podem ser obtidas no horário comercial, por meio do telefone (92) 3236-7125, junto à Coordenação das Ações de Saúde Nutricional (Asan) do Departamento de Atenção Primária (DAP/Semsa).


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso