Eduardo Braga dismisses Arthur and the toucan nest of their plans to conquer the State Government

In complete disagreement with the requirements of the toucan, Braga ruled not only Arthur Bisneto, but also the entire newly formed group.
09/05/2017 18h36 - Updated 10/05/2017 11h57
Photo: AM POST

Prevendo enfrentar dificuldades em sua campanha, Senator Eduardo Braga (PMDB) quebrou o acordo firmado no ano passado com o Prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB), e rompeu com todas as exigência feitas pelo tucano na corrida para composição de chapas da eleição tampão que definirá um substituto para o Governador Cassado, Jose Melo. O peemedebista declarou sua pré-candidatura, sem citar vice.

Arthur teria imposto a ideia de uma chapa composta por Marcos Rotta e Arthur Bisneto, com a intenção de fazer com que Rotta renunciasse ao cargo de vice-prefeito de Manaus para poder concorrer ao cargo de Governador tendo como vice seu filho Arthur Bisneto, que até meses atrás mediante acordo político seria o vice de Braga nas eleições de 2018.

Braga, em completa discordância com as exigências do tucano descartou não só Arthur Bisneto, mas também todo o grupo recentemente formado e principalmente a imagem do prefeito pela inconsistência que os três nomes enfrentam com os eleitores pois tanto Braga, quanto Arthur Neto são citados em delações premiadas na Operação Lava Jato e seus percentuais de rejeição se somados comprometeriam o êxito da chapa.

O convite de Braga ao segundo colocado nas eleições Municipais de 2016, o ex-deputado, Marcelo Ramos (PR), para compor a chapa teria sido a gota d’água para o rompimento com o tucano.

O clima tenso por conta do rompimento dos dois caciques tornou-se uma realidade nos corredores do poder público municipal e as primeiras vítimas já serão contabilizadas nos próximos dias com exonerações e pedidos de demissão.

AM POST Writing


*** If you are in favor of a totally free and impartial press, collaborate enjoying our page on Facebook and visiting often the AM POST.


Contact Terms of use