Amazonino, Braga and two other candidates do not sign letter against the slush in the campaign

Of the eight candidates who will contest the by-election to the state government only four signed the document.
24/06/2017 12h55 - Updated 25/06/2017 16h13
Photo: reproduction

Os candidatos Amazonino Mendes (PTB), Eduardo Braga (PMDB), Marcelo Serafim (PSB), Wilker Barreto (PHS) deixaram de assinar nesta sexta-feira (23), no Sindicato dos Jornalistas (SindJor), uma carta-compromisso para que não façam o uso de caixa dois durante a campanha. A eleição suplementar acontece após a anulação do pleito anterior onde foi detectado a compra de votos, cassando o então governador José Melo (Pros), in May this year.

Dos oito candidatos que irão disputar a eleição suplementar ao governo do Estado apenas quatro assinaram o documento que é uma iniciativa do Comitê de Combate à Corrupção e ao Caixa Dois formado, formado por várias entidades da sociedade civil.

Yesterday morning, compareceram à sede do SindJor, os candidatos a governo José Ricardo (PT), Liliane Araújo (PPS), Luiz Castro (Network), com o vice João Victor Tayah (PSOL). Pela tarde, a candidata Rebecca Garcia (PP) e seu vice Abdala Fraxe (Pode) assinaram os documentos.

O Comitê de Combate à Corrupção e ao Caixa 2 é ligado ao Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) e deve promover ações ao longo da campanha eleitoral que iniciou no dia 20 e deve encerrar no dia 4 of August, segundo o advogado Márcio Araújo, representante da OAB.

AM POST Writing


*** If you are in favor of a totally free and impartial press, collaborate enjoying our page on Facebook and visiting often the AM POST.


Contact Terms of use Wp: (92) 99344-0505