Frencoop suggests exchanges between cooperatives of Amazonas and Santa Catarina

A sugestão aconteceu durante o seminário “Cooperativismo: assim o Amazonas cresce”, no auditório Cônego Azevedo, give dice.
22/06/2017 17h48 - Updated 22/06/2017 17h48
Photo: disclosure

O presidente da Frente Parlamentar do Cooperativismo Amazonense (Frencoop-AM), deputado estadual Luiz Castro (NETWORK), he suggested, this Thursday (22), o intercâmbio de comercialização de produtos entre cooperativas dos estados do Amazonas e Santa Catarina. A sugestão aconteceu durante o seminário “Cooperativismo: assim o Amazonas cresce”, no auditório Cônego Azevedo, the Amazonas Legislative Assembly (hazard).

O seminário contou com a participação de uma comitiva de presidentes de cooperativas filiadas à Cooperativa Central Aurora de Alimentos do Estado de Santa Catarina (Coopercentral Aurora-SC), que veio trocar experiências com os integrantes de cooperativas amazonenses.

“Eu fiz a sugestão, for example, do guaraná certificado de Urucará poder ser comercializado pela Aurora, assim como do açaí, e vice-versa, produtos da Aurora, que não são produzidos aqui, serem colocados como opção para os amazonenses, como milho e carne de porco”, afirmou Luiz Castro. According to him, esse intercâmbio pode ser muito bom para o cooperativismo do Amazonas.

O secretário de Agricultura e da Pesca de Santa Catarina, Moacir Sopelsa, apoiou a proposta do deputado Luiz Castro. “É muito importante. Nós podemos ter muitos dos produtos que são produzidos aqui junto às nossas cooperativas lá, e muitos dos produtos que são produzidos lá estarem à disposição das cooperativas aqui do Estado do Amazonas”, destacou Sopelsa.

Para o presidente da Coopercentral Aurora-SC, Mário Lanznaster, é possível o intercâmbio para comercialização de produtos entre cooperativas amazonenses e catarinenses. “Se a Aurora enxergar um veio que puder trabalhar, vamos trabalhar”, declarou Lanznaster. Ele informou que a Aurora hoje conta com treze cooperativas, that represent 74 mil famílias de agricultores e 27 thousand employees. Per day, a Aurora abate um milhão de aves e industrializa 1,2 milhão litros de leite e dezoito mil suínos.

Presidente do Sistema Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina (OCESC), Luiz Vicente Suzin ressaltou que a intercooperação é uma oportunidade de negócios entre as cooperativas do Sul e do Amazonas. “Isso é muito importante para o cooperativismo”, observou Luiz Vicente, lembrando que o cooperativismo brasileiro é bastante unido.

O presidente do Sistema Organização das Cooperativas do Estado do Amazonas (OCB/AM), José Merched Chaar, in turn, classificou a sugestão de Luiz Castro como “fantástica”, pois abriria espaço para as cooperativas amazonenses poderem exportar o que é produzido por elas, vender mais e gerar empregos no Estado.

O seminário teve a participação ainda do secretário de Produção Rural do Amazonas, José Sidnei Lobo, que representou o governador David Almeida (PSD), e dos representantes da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), Amazonas State Agricultural Defense Agency and Forestry (Adaf), Federation of Agriculture and Livestock Amazon (Faea), Instituto de Desenvolvimento Agropecuário do Estado do Amazonas (Execution), além do vice-presidente da Frencoop-AM, deputado estadual Adjuto Afonso (PDT).


*** If you are in favor of a totally free and impartial press, collaborate enjoying our page on Facebook and visiting often the AM POST.


Contact Terms of use