Lula calls Joesley of 'bastard’ and says that PT needs to speak out

In Party Congress, the former president said brazenly the following sentences: "I have proven my innocence and now want them to prove my fault". "I do not want you to worry about my personal problem".
02/06/2017 11h33 - Updated 2/06/2017 15h37
Photo: reproduction

Former President Luiz Inacio Lula da Silva, réu em cinco ações penais, chamou de “scoundrel” o empresário Joesley Batista, da J&F, what, in winning tipoff, disse que pagou propina no valor de US$ 150 milhões para Lula e Dilma Rousseff por meio de contas no exterior. A fala aconteceu na abertura do 6º Congresso Nacional do PT, in Brasilia.

Um canalha de um empresário diz que fez uma conta no exterior pra mim e pra Dilma, mas a conta está no nome dele e ele que mexe na grana [plateia ri]. Tá na hora de parar de palhaçada, que o país não aguenta mais viver nessa situação, nesse achincalhamento”, completou o ex-presidente.

Ele repetiu ainda que “already proved” his innocence and now wants “they prove my fault”. “I do not want you to worry about my personal problem, esse eu quero decidir com o representante do Ministério Público da Lava Jato”.

O ex-presidente também criticou o discurso do PT, geralmente focado na própria militância, e disse que o partido deve se reconectar à esquerda, radicalizando posições, se quiser voltar a governar o país a partir de 2018.

Lula admitiu que os últimos seis anos foramos mais difíceis da história do PTe pediu que os dirigentes da sigla parem de falar para eles mesmos e discursem para fora, para que a legendavolte a despertar esperança”.

Não falem para vocês mesmos, falem para os milhões e milhões de brasileiros que não estão aqui e que precisam que o PT tome as decisões certas para voltar a despertar esperança”, declarou diante de centenas de dirigentes petistas.

“2018 está longe para quem não tem esperança, but, for us, 2018 é logo aí, já começou e não estamos com medo. Vamos voltar a governar esse país a partir de 2018”, completou o ex-presidente.

Até sábado (3), dirigentes do PT elegerão o novo presidente da sigla –que deve ser a senadora Gleisi Hoffmann (PR)– e discutirão as diretrizes do partido diante da crise que assola o país e o governo do presidente Michel Temer.

Lula disse que a legenda não podeperder tempoavaliando os governo Lula e Dilma, mas fazer um discursoexequível”. Disse ainda que é precisotransformar o nosso discurso” e “radicalizar o que puder em defesa da liberdade”. “Senão, a gente precisa fazer aliança com outros partidos, e não se faz aliança com quem perde, se faz com quem ganha”, said.

DILMA

In his speech, a ex-presidente Dilma Rousseff defendeu as eleições diretas para substituir o presidente Michel Temer, sendo Lula o seu candidato, e disse que o país éingovernávelsem reforma política e a democratização dos meios de comunicação. She said that, quando se rompe a Constituição, como no seu processo de impeachment, “tudo é possível”.

Perder eleição não é vergonha, vergonha é tentar ganhar no ‘tapetão’, sem voto”, said Dilma.

according to her, as acusações que apareceram contra Temer eram de conhecimento detodas as instituições de investigaçãoe que parte do Judiciário e do Ministério Público usa a lei paraguerra”.

E é isso que nós estamos vendo: o Executivo briga com o Ministério Público, prosecutors, com Judiciário e o Judiciário, com Legislativo”, said. “E cria-se um esfacelamento institucional, um esgarçamento dos direitos.

Source: Folha de S.Paulo


*** If you are in favor of a totally free and impartial press, collaborate enjoying our page on Facebook and visiting often the AM POST.


Contact Terms of use Wp: (92) 99344-0505