TRE-AM says it will proceed with planning for elections even after the Supreme Court's decision

The Minister Lewandowski suspended through injunction last night (28), the electoral process in the state.
29/06/2017 09h59 - Updated 29/06/2017 16h21
Photo: reproduction

O planejamento para a realização das eleições suplementares no estado do Amazonas para a escolha de um novo governador para um mandato tampão deve continuar mesmo após o ministro Ricardo Lewandoswki ter deferido liminar que suspende o processo eleitoral no estado. A informação é do próprio Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM).

A decisão de seguir com o planejamento é uma forma de prevenção, já que a decisão é uma liminar, o que significa que pode ser derrubada a qualquer momento e o TRE-AM não teria tempo de continuar com o planejamento até o dia 6 of August, data prevista para o pleito, que até agora está suspenso.

O órgão convocou os partidos políticos para uma reunião às 10h desta quinta-feira (29)

Os partidos foram chamados ao TRE para uma reunião, this Thursday, at 10 am. A decisão de Lewandowski suspendeu a eleição que estava marcada para o dia 6 of August

Sobre a liminar

A ação que suspendeu a eleição e determinou a volta de José Melo e Henrique Oliveira para seus cargos foi tomada na noite de ontem (28), pleo ministro Lewandowski, atendendo a um pedido apresentado pelo vice-governador cassado Henrique Oliveira.

In its decision, o ministro diz: “Em face do exposto, defiro a liminar para suspender a execução cumprimento do acórdão daquela Corte especializada até o esgotamento das instâncias ordinárias, quer dizer, até a publicação do acórdão de julgamento dos embargos de declaração lá opostos. Comunique-se com urgência ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e também ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM). Publique-se”.

Source: AM POST Writing


*** If you are in favor of a totally free and impartial press, collaborate enjoying our page on Facebook and visiting often the AM POST.


Contact Terms of use Wp: (92) 99344-0505