Gilmar Mendes says cancellation of the by-election in the AM was the right decision

Segundo ele o TSE se precipitou ao determinar que se cumprisse a decisão sem acórdão.
05/07/2017 15h52 - Updated 5/07/2017 15h52
Photo: reproduction

The president of the Supreme Electoral Court (TSE), Gilmar Mendes, who is also a member of the Supreme Court (STF), He defended on Tuesday (4), como acertada a decisão do colega ministro Ricardo Lewandowski de suspender a eleição suplementar a governador do Amazonas, medida determinada pela própria corte eleitoral.

“Aqui notoriamente houve uma precipitação do tribunal ao determinar que se cumprisse a decisão sem acórdão, o que não é ortodoxo aqui. Mas o tribunal estava com uma composição substitutiva. O resultado: o ministro Lewandowski deu liminar. E isso tem custo. Essa eleição custa R$ 18 milhões pelo menos”, said Gilmar.

O presidente do TSE afirmou ainda que recurso contra o acórdão da decisão do pleno faz parte de um “novo direito brasileiro que vai se desenvolvendo e que de fato não é condizente com as nossas tradições”.


*** If you are in favor of a totally free and impartial press, collaborate enjoying our page on Facebook and visiting often the AM POST.


Contact Terms of use Wp: (92) 99344-0505