“It may come hot that I am boiling” says David Almeida to retort Arthur attacks

The governor called Arthur 'sleeper', 'Pinocchio' and ordered him to leave the government in peace and go take care of overpricing process in two housing projects of its management.
09/08/2017 18h19 - Updated 10/08/2017 10h41
Photo: Bruno Zanardo

The clash between the acting governor, David Almeida (PSD), and the mayor of Manaus, Artur Neto (PSDB), continuous full steam. David rebateu em segundo round os ataques feitos pelo tucano nos últimos dias contra a sua gestão e mostrou provas de um balanço fiscal positivo do Estado após 90 dias de sua administração em coletiva de imprensa que aconteceu na tarde desta quarta-feira (9).

Sobre a visita do prefeito ao Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) no início da tarde desta terça-feira (8) para pedir um possível adiantamento de posse do futuro governador do Amazonas e sobre a carta de acusações postada no Facebook do tucano para o ministro, Ricardo Lewandowski, David também comentou. Ele tinha que ir era lá na zona Leste tapar os buracos da cidade, ao invés de virar menino de recado e cabo eleitoral, said.

O interino foi questionado sobre o comentário de Arthur que disse que o Estado estava em situação fiscal difícil e que não conseguiria nem pagar o 13º (salary) dos funcionários públicos. “Está aqui nós acabamos de pegar um mentiroso que estava falando inverdades sobre a situação do Estado e o Pinóquio foi descoberto no dia de hoje com esses dados que eu apresentei”, rebateu David.

No estilo ‘bateu levou’, o governador também atacou a administração do tucano no executivo municipal. “Enquanto eu estou apresentando os números do Estado a prefeitura está sendo processada pelo Ministério Público pelo superfaturamento em dois conjuntos habitacionais na gestão do prefeito dorminhoco”, denunciou Almeida, que também disse que vai reagir a todas as críticas que vierem conta ele.

David foi fundo no ataque e disse que Arthur carrega apenas o título de prefeito mas a prefeitura é governada por terceiros. “Quem está sentado na cadeira de administrador do Estado é o governador interino na cadeira da prefeitura não está aquele que foi eleito. Quem manda na prefeitura não é o que foi legitimado e recebeu voto. Cheguem na prefeitura de manhã pra ver quem está sentado na cadeira”, he said.

Natan Gaia – AM POST Writing


*** If you are in favor of a totally free and impartial press, collaborate enjoying our page on Facebook and visiting often the AM POST.


Contact Terms of use Wp: (92) 99344-0505