Mayor Arthur delays payment of rent Venezuelans and MPF asks clarification

No mês de julho, o governo federal oficializou repasse de R$ 720 mil à Prefeitura, valor destinado ao atendimento dos indígenas venezuelanos em Manaus.
25/08/2017 15h05 - Updated 26/08/2017 11h34
Photo: disclosure

Em ofício encaminhado ao prefeito de Manaus, Arthur Virgilio Neto, the Federal Public Ministry in the Amazon (MPF / AM) solicitou esclarecimentos sobre o não pagamento de aluguel de imóveis destinados a abrigar indígenas venezuelanos Warao, In Manaus. No mês de julho, o governo federal oficializou repasse de R$ 720 mil à Prefeitura, valor destinado ao atendimento dos indígenas venezuelanos na capital amazonense, incluindo despesas com abrigamento e aluguel de imóveis, feeding, higiene e limpeza.

Além do não pagamento dos alugueis, relatório da Cáritas Arquidiocesana, que tem acompanhado a situação dos imigrantes venezuelanos em Manaus, indica que o fluxo de entrega de alimentos e produtos de higiene às famílias abrigadas nos imóveis alugados, de responsabilidade da Prefeitura de Manaus, ainda não foi implementado. Proprietários dos imóveis também buscaram apoio junto ao Ministério Público Federal no intuito de regularização da situação.

O recurso encaminhado pelo governo federal à Prefeitura de Manaus foi disponibilizado após meses de reuniões e negociações que envolveram diversos órgãos, como o MPF, a Defensoria Pública da União (DPU), Manaus Prefecture, o Governo do Estado do Amazonas, o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), a Casa Civil da Presidência da República, the National Indian Foundation (Funai), a Cáritas Arquidiocesana e a Pastoral do Migrante.


*** If you are in favor of a totally free and impartial press, collaborate enjoying our page on Facebook and visiting often the AM POST.


Contact Terms of use Wp: (92) 99344-0505