STF President denies request for Aécio to Gilmar is being investigated rapporteur

The survey in question was opened based on the award-winning denunciations of Odebrecht. Aécio would have received bribes to defend the interests of the company.
10/08/2017 10h39 - Updated 10/08/2017 17h06
Photo: reproduction

The President of the Supreme Court (STF), Carmen Lucia, He denied a request from the defense of Aécio Neves Senator for one of the investigations against him in the Court be removed from the Edson Fachin Minister, relator da Lava Jato, e enviado ao gabinete de Gilmar Mendes.

The survey in question was opened based on the award-winning denunciations of Odebrecht. Segundo delatores, Aécio teria recebido propina para defender os interesses da empresa no chamado “Projeto Madeira”, de construção das usinas hidrelétricas de Santo Antônio e Jirau, no stop.

Para justificar o pedido de redistribuição, o advogado do senador, Alberto Toron, argumentou que o caso trata da atuação de Aécio no âmbito do setor elétrico, mesmo tema alvo de outro inquérito relatado por Mendes, no qual Aécio é investigado por desvios na diretoria de Furnas, uma das subsidiárias da Eletrobras.

Em decisão datada da última segunda-feira (7), Cármen Lúcia disse não haver conexão entre os casos. Ela determinou que inquérito seja encaminhado para o mesmo relator que for sorteado para tratar de outras cinco investigações que tratam de desvios nas obras do Projeto Madeira, cuja redistribuição ela já determinou. É possível que Mendes seja sorteado.

Felipe Pontes – Agency Brazil


*** If you are in favor of a totally free and impartial press, collaborate enjoying our page on Facebook and visiting often the AM POST.


Contact Terms of use Wp: (92) 99344-0505