Almost 6 tons of drugs coming from Peru and Colombia are incinerated in the Amazon

As drogas incineradas representam a somatória de quatro meses de apreensões, realizadas na capital e no interior.
11/08/2017 15h20 - Updated 12/08/2017 14h37
Photo: disclosure

Incineration of two and a half tons of narcotics, between cocaine and marijuana seized in the period from April to July this year, by the institutions that make up the State Secretariat of Public Security Amazon (SSP-AM), this Friday, 11, eleva para quase 6 thousand tons, o volume incinerado este ano, no Status. Maior parte da droga é oriunda do Peru e da Colômbia.

O incineração teve início por volta das 9h, nas instalações de uma empresa de produtos químicos e reciclagem, localizada na segunda etapa do bairro Distrito Industrial, Eastern area of ​​the capital. O procedimento foi acompanhado pelo delegado-geral da Polícia Civil do Amazonas, Frederico Mendes; pela delegada Leila Silva, diretora da Drad; e pelo delegado Paulo Mavignier, Director of the Department for Research on Narcotics (Denarc).

Leila Silva explicou que as drogas incineradas representam a somatória de quatro meses de apreensões, realizadas na capital e no interior, por todos os órgãos que compõem o Sistema de Segurança Pública no Estado.

O delegado Paulo Mavignier ressaltou que grande parte da droga incinerada é fruto de apreensões do Denarc e destacou, still, que toda a droga que passa pelo Amazonas é oriunda do Peru e da Colômbia.

"Colombia, como grande fabricante de skunk, e o Peru, como um dos maiores fabricantes de cocaína, tanto pasta base e o cloridrato. O resultado das apreensões de entorpecentes pelo Sistema de Segurança do Estado é um prejuízo enorme para o crime organizando”, concluiu o diretor do Denarc.


*** If you are in favor of a totally free and impartial press, collaborate enjoying our page on Facebook and visiting often the AM POST.


Contact Terms of use Wp: (92) 99344-0505