government spending restraint David Almeida does not interfere in the payment of allowances to teachers and educators AM

A informação foi confirmada pelo próprio Tribunal e Contas do Estado (TCE-AM) que fez a restrição de gastos.
30/08/2017 16h07 - Updated 31/08/2017 11h00
Photo: disclosure

A decisão do Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM) Wednesday (30), que restringe os gastos do orçamento do Estado pelo governador em exercício, David Almeida (PSD), não impede o pagamento do abono do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) for 31 mil professores e pedagogos do Amazonas. A informação foi passada pela Assessoria de Comunicação do próprio Tribunal.

On Monday (28) foi anunciado o pagamento, R $ 236 milhões para a categoria, seria parcelado em quatro vezes – de setembro a dezembro –, no dia 20 of each month. Cada profissional deve receber entre R$ 6 one thousand, R$ 12 mil e R$ 18 one thousand, dependendo da carga horária que pode ser de 20, 40 e 60 hours.

Approximately 31 thousand civil servants, entre professores e pedagogos, receberão a partir de 4 de setembro a primeira parcela do abono que será pago pelo governo.

AM POST Writing


*** If you are in favor of a totally free and impartial press, collaborate enjoying our page on Facebook and visiting often the AM POST.


Contact Terms of use