Course prepares inmates of the Amazon in a new profession

Detentas da Penitenciária Feminina de Manaus (PFM) iniciaram as aulas de artesanato com chocolate.
20/04/2018 17h40 - Updated 20/04/2018 17h42
Photo: disclosure

This week, uma turma de 10 internas da Penitenciária Feminina de Manaus (PFM) iniciaram as aulas de artesanato com chocolate. As oficinas, que serão realizadas nas tardes de terça e quarta-feira, fazem parte do Projeto “Mãos Livres” da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP), que investe em cursos e capacitações voltadas para o artesanato nas unidades prisionais de Manaus, em parceria com a Umanizzare Gestão Prisional.

According to the Secretary of State for Prison Administration, Military Police Colonel, Cleitman Coelho, a iniciativa teve inspiração na data comemorativa que passou, e que as internas receberam a atividade com muito entusiasmo. “A PFM é uma unidade que hoje tem muito resultado nos projetos que são desenvolvidos, pois é o presídio de regime fechado, que hoje conta com 72 condenadas que aproveitam todas as oportunidades para se capacitarem e para remirem pena através das atividades e cursos que hoje são oferecidos à elas”, said Secretary.

Durante as aulas, as detentas aprenderam como utilizar o chocolate para produzir ovos de Páscoa e doces de uma forma prática. Com as técnicas adquiridas nas oficinas, as participantes se qualificam para utilizar o aprendizado no retorno à sociedade, se qualificando assim para uma nova profissão que gere renda para as famílias.

Para Natalia Kauini, uma das internas participantes do curso, a iniciativa auxilia para tirar o tempo ocioso e proporcionar atividades que ajudem as detentas a se sentirem melhor. “Essa é mais uma novidade na unidade. É muito gratificante pra mim e para as outras, porque podemos levar o que aprendemos pra fora, ter um trabalho quando sair. Quando estamos nas aulas nos sentimos melhor e agradecemos a professora e a direção da unidade por mais uma oportunidade de aprendizado”, disse Natalia.

Projeto Mãos Livres
O projeto que está inserido na política de qualificação profissional da Seap, em todas as prisões do Amazonas, possui vários módulos de artesanato, trabalhos manuais e atividades terapêuticas voltadas para aprendizados em arte, objetos decorativos e customização de materiais, capacitando os internos em diversos segmentos profissionais.


*** If you are in favor of a totally free and impartial press, collaborate enjoying our page on Facebook and visiting often the AM POST.


Contact Terms of use