Aleam manifesta indignação por deputado ter sido impedido de fiscalizar HPS 28 de agosto

Wilker Barreto foi barrado por seguranças terceirizados do local, que informaram que nos finais de semana o diretor geral do hospital não cumpre expediente.
23/02/2019 22h22 - Atualizado em 23/02/2019 22h22
Foto: Reprodução

Redação AM POST

A Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) emitiu nota de indignação ao fato do deputado estadual Wilker Barreto (PHS) na manhã desse sábado, 23, ter tido seu direito cerceado como parlamentar de inspecionar o Hospital e Pronto-Socorro (HPS) 28 de agosto, no Adrianópolis.

O deputado foi barrado por seguranças terceirizados do local, que informaram que nos finais de semana o diretor geral do hospital, Eduardo Mesquita Jr, não cumpre expediente. Ainda segundo os seguranças, não havia ninguém da equipe técnica que pudesse atender ou passar informações a ele.

Em nata a Aleam ressaltou que segundo a constituição do estado é de competência exclusiva da casa por meio de seus representantes “fiscalizar e controlar os atos do poder executivo, incluindo os da administração indireta”.

Aleam também afirma que espera que a Secretaria de Estado de Saúde (SUSAM) averigue os fatos.

Leia a nota na íntegra:


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso