28/05/2015 12h25 - Actualizado 28/05/2015 12h25

Conferência Municipal discute direitos das crianças e adolescentes

Todas as discussões serão incluídas no conjunto de propostas estratégicas.
foto: revelación
foto: revelación

O prefeito Arthur Virgílio Neto destacou, el miércoles, 27, na IX Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente da Cidade de Manaus, a necessidade de maior envolvimento da sociedade na defesa infantojuvenil. O evento, realizado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – CMDCA, con el apoyo de la prefectura de Manaus, a través de la Secretaría Municipal de la Mujer, Assistência Social e Direitos Humanos – Semmasdh, encerra nesta quinta-feira, 28, no Auditório Deputado Belarmino Lins, na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (peligro).

Além do prefeito, a primeira-dama e secretária da Semmasdh, Goreth Garcia Ribeiro, o deputado Luís Castro e integrantes dos grupos de defesa dos direitos das crianças e adolescentes também participaram das atividades.

A IX Conferência possui caráter propositivo e deliberativo. Todas as discussões serão incluídas no conjunto de propostas estratégicas, que vão subsidiar a Conferência Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente. O evento tem como proposta discutir, todavía, as estratégias propostas na Conferência Livre de Direitos Humanos da Criança e do Adolescente, realizada em novembro de 2014, e o documento da Política e do Plano Decenal Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente.

“Eu entendo que é preciso ter um chamamento muito forte da sociedade porque nós não teremos jamais uma situação de equilíbrio em favor das crianças, se nós não formos capazes de sensibilizar a sociedade como um todo. Vivemos em uma sociedade que, de certa forma, vira as costas para o que acontece com as crianças. Não basta ficar com pena de quem prática um crime contra uma criança, é preciso punição dura e rígida”, comentou o prefeito Arthur Neto.

De acuerdo con García escritorio Goreth, este ano a proposta é construir o Plano Decenal dos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes no Município de Manaus/AM para o período de 2015 un 2025.

“Nós já temos muitas ações que já foram melhoradas e outras que foram ampliadas nessa administração. Nós temos o combate consistente à exploração sexual e ao trabalho infantil. Temos projetos de estender esse combate ao atendimento às famílias dessas crianças porque não adianta abordar, levá-las de volta para suas casas e não entender porque houve a negligência. Queremos ir bem mais além, porque se fizermos apenas isso, também estaremos sendo negligentes”, dijo.

*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.

Ultimas Noticias

contacto Condiciones de uso wp: (92) 99344-0505