24/05/2015 17h22 - Actualizado 25/05/2015 13h21

Prefeitura promove Feira do Artesanato nas galerias Remédios e Espírito Santo

A organização é do Departamento de Economia Solidária da Semtef.
foto: revelación

Inicia nesta segunda-feira, 25, a las 9 am, nas galerias Espírito Santo (calle 24 mayo, Centro) e Remédios (Calle Miranda León, Centro), a primeira edição da Feira do Artesanato de Manaus (FAM). Nos locais, 33 artesãos selecionados pela Secretaria Municipal do Trabalho, espíritu empresarial, suministro, Ferias y mercados (Semtef), vão comercializar até sábado, 30, más que 350 productos, como toalhas, vestuário e brinquedos a preços populares.

A exposição é organizada pelo Departamento de Economia Solidária da Semtef e feira faz parte do projeto de revitalização do Centro, o Viva Centro Galerias Populares e conta com o apoio da subsecretaria do Centro Histórico (Semch), Secretaria Municipal de Comunicação Social (Semcom) e do Sindicato dos Vendedores Ambulantes de Manaus (Sinvam).

A FAM abre o calendário anual de exposição de produtos confeccionados por um grupo de 54 artesões cadastrados e que recebem apoio técnico da Prefeitura de Manaus, por intermédio da Semtef. Além das duas galerias populares, a previsão do município é de promover a Feira do Artesanato em diversos bairros e centros históricos da cidade, como Ponta Negra, a finales del año.

O secretário do Trabalho, David Valente Reis informou que, além do calendário de exposição, a Prefeitura lançou este ano a segunda edição da Revista do Artesanato, com a distribuição gratuita em hotéis, Bares, restaurantes, puertos y aeropuertos, para que os artesões tenham seus trabalhos divulgados com mais intensidade.

÷ Estamos iniciando esse trabalho direcionado aos consumidores desses produtos, seja turista ou não, e vamos intensificá-lo por conta dos jogos Olímpicos do ano que vem -, disse o secretário da Semtef.

O subsecretário Centro Histórico, Glauco Francesco, disse que a FAM é uma forma, não só de ajudar a consolidar as galerias como locais de compras no centro de Manaus, pero, de abrir espaço para que os artesãos exponham seus produtos, fomentem suas vendas e atraíam o público em geral, em especial aquele turista que busca um artigo regional para levar para o seu local de origem.

*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.

Ultimas Noticias

contacto Condiciones de uso wp: (92) 99344-0505