03/06/2015 16h07 - Actualizado 3/06/2015 16h07

Deputado pede criação de delegacia de proteção aos animais

Carlos Alberto defende que as pessoas que maltratam animais devem ser punidas.
foto: revelación

O recente episódio em que um cachorro, após ser atropelado, ter duas patas quebradas e em seguida ser jogado por um gari no triturador de um caminhão de lixo (levando à morte do animal) na cidade de Presidente Figueiredo, en la región metropolitana de Manaus (RMM), gerou indignação local e repercussão nacional.

En la mañana del miércoles (3), o deputado estadual Carlos Alberto (PRB) deu entrada a um requerimento na Assembleia Legislativa do Amazonas (peligro), em forma de indicação ao Governo do Estado, solicitando a criação de uma delegacia especializada de proteção a crimes e maus tratos contra animais.

“Infelizmente não compete ao Legislativo a criação de novos órgãos, por isso o envio dessa indicação ao Poder Executivo. Precisamos de medidas eficazes que possam garantir o cumprimento de nossas leis e a punição para aqueles que maltratam, de forma covarde, animais que não possuem condições de se defenderem”, argumenta o republicano.

Na defesa de sua indicação, Carlos Alberto afirma que a criação da referida delegacia, caso seja instalada, além de receber denuncias e investigar os crimes, o órgão seria dotado de estrutura para os primeiros atendimentos aos animais maltratados. Esses crimes estão tipificados na Lei 9.605/96 que é de abrangência ambiental.

“O Brasil está entre os poucos países que tem os crimes contra animais previstos na Constituição. Portanto vejo a relevância e a necessidade da implantação de uma delegacia especializada em assegurar a proteção dos animais”, justificado.

*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.

Ultimas Noticias

contacto Condiciones de uso wp: (92) 99344-0505