23/06/2015 07h02 - Actualizado 23/06/2015 04h01

Educação emocional é trabalhada nas escolas do município

A ação visa transformar as unidades do Ensino Fundamental em ambientes livres de violência.
foto: revelación
foto: revelación

Começou nesta segunda-feira (22), a formação em educação emocional oferecida pela Secretaria Municipal de Educação (Semed) un 300 profissionais do magistério. A formação está inserida no calendário escolar da rede desde o ano passado e faz parte da metodologia Liga pela Pazum conjunto de atividades que visa transformar as unidades do Ensino Fundamental em ambientes livres de violência, com harmonia, respeito e compaixão, melhorando consequentemente o processo de ensino e aprendizagem dos estudantes.

O Liga pela Paz é uma das ações do Programa Mais Educação e este ano ocorre em 36 escolas da Prefeitura de Manaus, atendendo a um total de 5,4 mil alunos da rede.

Para dialogar sobre a importância das emoções no processo educativo, até a próxima quarta-feira, 24, o professor João Roberto de Araújo, referência no Brasil em estudos, pesquisas e publicações sobre o tema, estará conduzindo o seminário: “As contribuições da Educação Emocional e Social para a Melhoria dos Índices de Aprendizagem e a Redução da Violência”.

Para a secretária municipal de Educação, Katia Schweickardt, o Liga Pela Paz pode se transformar em uma ferramenta de transformação não somente dos estudantes, mas também dos colaboradores da escola.

“Eu fiquei encantada com essa iniciativa do Programa Mais Educação, não só para trabalhar as emoções dos alunos, mas antes de tudo para trabalhar as emoções dos nossos colaboradores, gerentes, maestros, secretários de escolas. Eu fico feliz pelos diretores que aderiram a esse projeto e estou querendo me envolver para que outros façam essa adesão porque eu acho que, de hecho, isso tem um potencial enorme de transformar a realidade das escolas”, defendeu a secretária.

De acordo com o professor João Roberto, existem pesquisas que apontam a situação emocional do aluno como a variável mais importante do aprendizado, daí, según él, a necessidade de se trabalhar o tema de uma forma mais aprofundada.

“O ser humano é um ser de emoções e a criança aprende muito mais fácil quando tem condição de lidar melhor com as emoções. Existem pesquisas lideradas pela Unesco que mostram, cientificamente, que o clima emocional da escola e a situação emocional do aluno formam a variável mais importante para uma criança aprender melhor matemática, linguagem e todos os conteúdos oferecidos na escola. Essa variável emocional é mais importante do que a própria competência do professor nos conteúdos que ele leciona”, explicou Roberto.

A chefe da Divisão de Apoio à Gestão Escolar (Dage), Jussara Marques, informou que a Liga Pela Paz engloba, além de ações práticas, um acervo com livros didáticos sobre a temática, em que cada escola precisa comprar, através da verba oriunda do Programa Mais Educação, para poder iniciar as atividades. Segunda ela, o Seminário servirá, también, para sensibilizar os diretores que ainda não aderiram à importância das atividades.

“O Liga Pela Paz é um projeto que trabalha a paz, a harmonia dentro das nossas escolas, com os nossos alunos, por meio das emoções dos estudantes, da autoestima deles. Esse projeto vem justamente para trabalhar o aspecto psicológico do aluno. A ideia é que novas escolas possam aderir ao projeto, porque ele vem resgatar os valores, que muita das vezes passam despercebidos. Com o projeto e o bem-estar propiciado ao aluno, ele terá condições de aprender melhor”, destacado.

Melhorias

A diretora da Escola Municipal Carmen Haggi, Maria Ducineia Silveira, localizada na zona Norte, contou que em sua unidade de ensino, 125 crianças participam das atividades do Liga Pela Paz. Ela disse que desde o segundo semestre do ano passado, quando o projeto foi iniciado, observou que os alunos estão mais abertos para falar dos problemas que passam em casa e, también, melhoraram o relacionamento com os colegas de classe.

“Nós trabalhamos com crianças carentes, que têm dificuldades em seus lares. Eu vejo que essa atividade faz com que elas se expressem e, como consequência, tenham um melhor relacionamento com os colegas, tornando-se mais resolvidas emocionalmente e aprendendo mais facilmente”, observó.

*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.

Ultimas Noticias

contacto Condiciones de uso wp: (92) 99344-0505
E original = 'dontuseme' and lang = 'es' 397 | 0.0001 | enabled | cached | 990 | SELECT translated, source FROM wp_translations WHERE original = 'educação' and lang = 'es' 398 | 0.0002 | enabled | not cached | 902 | SELECT translated, source FROM wp_translations WHERE original = 'T10' and lang = 'es' 399 | 0.0002 | enabled | not cached | 902 | SELECT translated, source FROM wp_translations WHERE original = 'T19' and lang = 'es' 400 | 0.0002 | enabled | not cached | 903 | SELECT translated, source FROM wp_translations WHERE original = 'true' and lang = 'es' 401 | 0.0002 | enabled | not cached | 914 | SELECT translated, source FROM wp_translations WHERE original = 'Hugo Guimarães' and lang = 'es' 402 | 0.0002 | enabled | not cached | 930 | SELECT translated, source FROM wp_translations WHERE original = 'd2ecbbd931786040cceb1b0d2481c1' and lang = 'es' 403 | 0.0001 | enabled | cached | 976 | SELECT translated, source FROM wp_translations WHERE original = 'http' and lang = 'es' 404 | 0.0001 | enabled | cached | 949 | SELECT translated, source FROM wp_translations WHERE original = 'ampost.com.br/wp-content/uploads/2015/06/aula.jpg' and lang = 'es' Served from: ampost.com.br @ 2016-12-07 16:16:47 by W3 Total Cache -->