17/06/2015 15h57 - Actualizado 17/06/2015 15h58

Governo federal prejudica a economia amazonense, diz Bi Garcia

Ele criticou a forma como o governo trata as questões relacionadas a Suframa.
foto: revelación
foto: revelación

Representante del Estado Bi Garcia (PSDB), em pronunciamento no plenário da Assembleia Legislativa do Amazonas (peligro), el miércoles (17), ressaltou a atuação do senador Omar Aziz (PSD-AM) e da bancada do Amazonas no Congresso Nacional, com relação à reestruturação na carreira de servidores da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa).

Na avaliação de Bi Garcia, é inaceitável a forma como o governo federal vem tratando a autarquia a começar pelos recursos contingenciados, provenientes de taxas de serviços arrecadados pelas empresas do Polo Industrial de Manaus (PIM). “Esse valor ultrapassa a casa dos R$ 300 milhões anualmente que vão para os cofres do Tesouro”, mencionado.

Según el diputado, esses recursos são repassados a conta-gotas para Suframa, o que nos últimos anos não tem podido investir na melhoria da região, um dos motivos de sua criação. “Se não bastasse à crise econômica pela qual passa o Brasil, ainda temos o desgosto de conviver com essa situação de ver os recursos gerados no Amazonas ficarem à cerce do Governo Federal”, lamentó.

Bi Garcia informou ainda que a greve dos servidores da Suframa vai prejudicar a arrecadação estadual por conta da grande demanda de cargas que estão nas caretas sem poderem ser despachadas. “Toda essa situação, somada à crise, culminou na demissão de milhares de trabalhadores do Distrito Industrial, por conta da insensibilidade do governo federal”, subrayó.

*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.

Ultimas Noticias

contacto Condiciones de uso wp: (92) 99344-0505