• Aleam também terá corte de despesas, diz Josué

    Anuncio foi feito logo após reunião de José Melo com secretários.
    06/07/2015 11h39 - Actualizado 6/07/2015 18h47

    Fuente: peligro


    Após anuncio do governador José Melo (PROS) de novo de corte de gastos, no último sábado, o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (peligro), diputado Josué Neto (PSD), informou que o parlamento também enxugará despesas visando preparar a Casa para uma queda no repasse de recursos do Estado.

    Josué Neto lembrou que o Poder Legislativo é copartícipe do orçamento estadual, pois recebe seu duodécimo constitucional, uma parcela dos recursos do Estado. Sendo assim, se o Estado registra queda na arrecadação, também o repasse deverá ser reduzindo, levando a Aleam a reforçar as ações de economia. A Assembleia Legislativa recebe mensalmente o repasse de R$ 3,6% da receita tributária liquida do governo estadual.

    A meta, según él, é enxugar o orçamento entre 10% mi 20%, inclusive no valor dos contratos firmados pela Casa. Ele informou que desde 2013 a Aleam tem adotado ações de economia, inclusive evitando aumentar o valor da verba de gabinete dos deputados estaduais. Según él, a Casa não aumentou o valor das verbas de gabinete, apesar de o Congresso Nacional ter promovido reajustes e autorizado as demais casas legislativas a fazer o mesmo, e também não reajustou a CEAP (Cota Para Exercício da Atividade Parlamentar), que mantém hoje os mesmos valores de 2014.


    *** Si estás a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitando frecuentemente el AM POST.


    Facebook

    economía

    Contacto Terminos de uso