Avião que daria volta ao mundo movido a energia solar suspende viagem

15/07/2015 12h06 - Actualizado 15/07/2015 12h06
foto: reproducción

O avião Solar Impulse 2, que pretendia realizar uma viagem ao redor do mundo movido a energia solar, teve sua aventura suspensa após atravessar o Oceano Pacífico e apresentar problemas nas baterias.

A equipe do Solar Impulse afirmou em comunicado oficial que as baterias do avião tiveram superaquecimento, o que causou um “dano irreversível” durante a viagem. O relato ainda dizia que a falha não foi técnica, mas sim por conta de um cálculo malfeito, uma vez que os técnicos não conseguiram estipular o comportamento das baterias em climas tropicais do Pacífico.

O cofundador do projeto, Bertrand Picard, disse que o avião ficará no Havaí passando por reparos e que provavelmente em abril de 2016 deve seguir com a viagem.

O avião decolou em março deste ano dos Emirados Árabes Unidos a quebrou recorde de voo sem escalas mais longo da história na sua passagem do Japão ao Havaí. A viagem foi interrompida faltando apenas cinco escalas para o avião completar o trajeto e retornar ao Oriente Médio.

O piloto acredita que essa falha foi muito importante para avaliar o desempenho dos aviões movidos a energia solar no Pacífico.

fuente: mirada digital


*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.


contacto Condiciones de uso