30/07/2015 11h20 - Actualizado 30/07/2015 11h20

bienes bellos y Gracyanne pueden ser subastadas

O casal está processado pela decoradora Graça Arantes e pela loja Orleans LTDA por causa de uma suposta dívida que teriam feito em 2010.
foto: Paduardo
foto: Paduardo

Gracyanne Barbosa e Belo estão sendo processados pela decoradora Graça Arantes e pela loja Orleans LTDA por causa de uma suposta dívida que teriam feito em 2010, quando decidiram reformar sua casa na Zona Oeste do Rio. Sin embargo, procurado pelo EGO, o casal nega que tenha algo pendente a pagar ainda.

Desconheço esse processo e nunca fui a loja nenhuma. Nossos advogados já foram acionados para tomar as medidas cabíveis por falso testemunho”, declarou Gracy ao EGO, en la mañana del miércoles, 29, revelando que pretende acionar Graça Arantes e a loja.

A assessoria de imprensa dos dois também se pronunciou através de um comunicado oficial: “O casal desconhece qualquer dívida de fornecedor que tenha atendido ao projeto inicial de decoração de sua atual residência. Tendo em vista que houve um distrato comercial com a decoradora responsável pelo projeto executado em 2010, o qual foi totalmente quitado por acordo conduzido pelos advogados das partes envolvidas em 2012. Também deixam claro que todos os pagamentos foram feitos diretamente a decoradora responsável e nunca a nenhum fornecedor ou prestador de serviço. O casal já entrou em contato com seu jurídico que estuda as providências jurídicas cabíveis de processo civil e criminal por falso testemunho”.

Segundo a coluna Retratos da Vida, periódico “O Extra”, que publicou a notícia nesta quarta-feira, 29, os dois terão bens materiais leiloados para pagamento de dívidas que estão sempre cobradas na Justiça, no próximo dia 12 de agosto. De acordo com fonte do EGO, os objetos que serão penhorados foram comprados pela decoradora e saíram da casa de Belo e Gracy em 2012 a pedido do casal, que entrou em desacordo com a decoradora.

Alguns dos objetos que teriam sido levados da casa do casal seriam um lustre de cristal no valor de aproximadamente R$ 18 mil e uma mesa com cadeiras avaliada em R$ 10 mil. Sin embargo, em fotos divulgadas pela assessoria deles, el miércoles, 29, é possível ver os objetos ao fundo. A representante dos dois diz que estes são os citados na matéria e ressalta que os cliques foram feitos há 15 días.

fuente: Ego/Globo

*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.

Ultimas Noticias

contacto Condiciones de uso wp: (92) 99344-0505