• MP Eleitoral rejeita contas de Eduardo

    Segundo procurador, Braga não conseguiu comprovar gastos de R$ 76,2 mil.
    26/07/2015 13h51 - Actualizado 26/07/2015 13h51

    Foto: Antonio Lima


    O Procurador Regional Eleitoral Substituto, Victor Riccely Lins Santos, recomendou a desaprovação das contas de campanha do ministro das Minas e Energia, Eduardo Braga, referente à eleição do ano passado. Ele considerou que Braga não conseguiu comprovar gastos de R$ 76,2 mil, lo que representaba 0,27% do total arrecadado pelo então candidato ao Governo do Estado. Para Lins Santos, embora pequeno, o valor torna a irregularidade insanável aos olhos da Justiça.

    A equipe jurídica do ministro informou que foi feita uma prestação de contas retificadora sanando as irregularidades. Esta retificadora está com o relator, João Mauro Bessa, e ainda será reanalisada pelo MPE.

    Fuente: Portal A Crítica


    *** Si estás a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitando frecuentemente el AM POST.


    Facebook

    economía

    Contacto Terminos de uso