Cámara de Representantes aprueba los brazos de oso CCJ para los agentes de tráfico

Se não houver recurso, o texto segue direto para o Senado.
27/08/2015 10h33 - Actualizado 27/08/2015 10h33
foto: VER / Folhapress

La Comisión de Constitución y Justicia (CCJ) da Câmara aprovou nesta quarta-feira, em caráter terminativo, o sea. que não precisa ser submetido a plenário, projeto de lei que permite que agentes de trânsito tenham porte de arma de fogo. Se não houver recurso, o texto segue direto para o Senado. O porte depende ainda de Estados e municípios regulamentarem sua concessão. A permissão também está condicionada à formação para porte de arma de fogo e a exames psicológicos, que devem ser regulamentados e supervisionados pelo Ministério da Justiça.

Com o advento do Estatuto do Desarmamento, os integrantes dos departamentos de trânsito ficaram totalmente desprotegidos para a realização de sua segurança pessoal durante o trabalho. A proibição para o porte de arma de fogo atingiu em cheio esta nobre classe de profissionais que, se forem apanhados portando arma de fogo, serão presos, sem direito a fiança, e passarão pelo grande vexame de terem de responder a um processo criminal, o que os desacreditará perante a comunidade em que vivem”, afirmou o ex-deputado Tadeu Filippelli em 2008, quando era do PMDB do Distrito Federal, e propôs o Projeto de Lei.

O deputado Raul Jungmann (PPS-PE) criticou a proposta. “Os arsenais das polícias Civil e Militar já são alvo de extravio e roubo de armas, imagine esses novos arsenais?”, cuestionado.

fuente: Veja.com


*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.


contacto Condiciones de uso wp: (92) 99344-0505