Emprego na indústria recua 1% en junio

Essa é a sexta queda consecutiva do indicador.
19/08/2015 11h02 - Actualizado 19/08/2015 11h02
foto: El globo

O total de pessoas empregadas na indústria brasileira caiu 1% en junio de este año, em comparação a maio. Essa é a sexta queda consecutiva do indicador, que acumula perda de 4,1% en el año, segundo a Pesquisa Industrial Mensal de Empregos e Salários (Pimes), publicado hoy (19) el Instituto Brasileño de Geografía y Estadística (IBGE).

Na comparação com junho do ano passado, houve perda de 6,3% dos postos de trabalho. O emprego industrial acumula quedas de 5,2% no ano e de 4,6% no período de 12 meses.

A queda de 6,3% na comparação com junho do ano passado foi provocada por recuos nos 18 ramos de atividades pesquisadas pelo IBGE, com destaque para meios de transporte (-11,4%), máquinas e aparelhos eletroeletrônicos e de comunicações (-13,9%), produtos de metal (-11,8%), maquinaria y equipo (-8,9%) e alimentos e bebidas (-3%).

O número de horas pagas aos empregados também apresentou queda nas quatro comparações temporais, de 0,6% na comparação com maio deste ano, de 6,3% na comparação com junho de 2014, de 5,8% en el año y 5,3% no acumulado de 12 meses.

Já a folha de pagamento real teve aumento de 1,3% na comparação com maio, mas apresentou quedas nas outras três comparações: com junho de 2014 (-7,1%), acumulado do ano (-6,1%) e acumulado de 12 meses (-4,7%).

Fuente> Agencia Brasil


*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.


contacto Condiciones de uso wp: (92) 99344-0505