24/08/2015 21h15 - Actualizado 24/08/2015 21h15

Foi um anúncio atabalhoado”, diz Cunha sobre corte de ministérios

Governo anunciou que cortaria dez pastas até setembro
foto: Estadão

el alcalde, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), disse que o governo fez um anúncioatabalhoadodo corte de ministérios, para criar um fato político que encobrissenotícias não boas” la economía.

Foi um anúncio atabalhoado porque não tinha uma decisão tomada e queriam criar um fato político. Acho positivo querer criar um fato desta natureza, pero, obviamente, eles não estavam prontos para anunciar nada”, afirmou o peemedebista no início da noite desta segunda-feira, 24, de volta a Brasília.

Por la mañana, o governo anunciou que, até setembro, cortaria dez pastas, mas não informou quais serão, gerando instabilidade na base aliada.

Cunha disse que o anúncio do Planalto pode “estimular” o andamento da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) apresentada por ele para limitar a 20 o número de ministérios.

Ainda estão me devendo nove. É dobrar a meta”, dicho, parodiando a presidente Dilma.

O presidente da Câmara defendeu que o PMDB entregue todos os seis ministérios que comanda.

Todos (os partidos) deveriam entregar (ministerios), todos deveriam reduzir. O PMDB deveria ser o primeiro a entregar todos, não só a redução proporcional, deveria sair da base do governo”, dijo.

Exame.com

*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.

Ultimas Noticias

contacto Condiciones de uso wp: (92) 99344-0505