31/08/2015 10h42 - Actualizado 31/08/2015 10h44

Hungria intercepta mais de 8 mil refugiados durante o fim de semana

Na Áustria, a ministra do Interior anunciou penas mais duras para traficantes de pessoas
foto: Laszlo Balogh (Reuters)
foto: Laszlo Balogh (Reuters)

As autoridades da Hungria interceptaram entre sexta-feira e domingo passados 8.792 refugiados que cruzaram a fronteira de forma ilegal, apesar de no sábado ter concluído a construção de uma cerca na fronteira com a Sérvia concebida para conter a imigração. Nos últimos três dias, as autoridades também detiveram 36 pessoas por tráfico de seres humanos indica nesta segunda-feira um relatório do Ministério do Interior húngaro.

A fronteira entre Hungria e Sérvia é uma das mais frequentadas de toda Europa pelos refugiados, que chegam de países em conflito como Síria, Afeganistão e Paquistão através da chamadarota dos Bálcãs”. O crescente número de imigrantes causou nos últimos dias tensões internas nas regiões de passagem e nos acampamentos.

Na Áustria, a ministra do Interior Johanna Mikl-Leitner anunciou hoje que as penas de prisão nos casos de tráfico de pessoas serão endurecidas e se reforçarão os controles para detectar veículos suspeitos. “Queremos por um lado salvar vidas e, pelo outro, combater o tráfico de pessoas de forma mais contundente”, disse a ministra.

As novas medidas foram tomadas depois que na quinta-feira foram achadas 71 pessoas mortas em um caminhão frigorífico no leste da Áustria, e no sábado uma caminhonete foi parada com 26 refugiados, entre eles três crianças em estado grave de desidratação. “Na quinta-feira passada pudemos ver que estas máfias de tráfico de pessoas não têm escrúpulos”, destacou Mikl-Leitner. A polícia austríaca contará para lutar contra o tráfico de pessoas com 1.350 agentes e vários helicópteros que ajudarão na detecção de veículos suspeitos.

Enfrentando a maior onda imigratória deste os tempos da II Guerra Mundial, entre 1939 mi 1945, os países europeus anunciaram neste domingo que terão uma reunião entre todos os ministros do Interior das nações da União Europeia (UE). O encontro será dia 14 de setembro em Bruxelas, na Bélgica, em busca de soluções para o agravamento da crise imigratória.

fuente: Veja.com

*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.

Ultimas Noticias

contacto Condiciones de uso wp: (92) 99344-0505