Ministro Gilmar Mendes vota por multar Dilma em R$ 25 mil

O julgamento foi interrompido por um pedido de vista do presidente do TSE, Dias Toffoli.
27/08/2015 16H41 - Actualizado 27/08/2015 16H41
foto: Ueslei Marcelino / SEE

Ministro Gilmar Mendes, el Tribunal Supremo de Elecciones (TSE), votou nesta quinta-feira pela aplicação de uma multa de 25.000 reais à presidente Dilma Rousseff por considerar que a petista utilizou um pronunciamento em cadeia de rádio e TV, às vésperas da Copa do Mundo de 2014, con fines electorales. O julgamento foi interrompido por um pedido de vista do presidente do TSE, Dias Toffoli. Segundo Gilmar, a fala da presidente ganhou contornos eleitorais após ela ter chamado adversários políticos depessimistaspor criticarem o risco de fracasso do Mundial de futebol. “Não se pode admitir que a mandatária maior da nação faça distinção entre brasileiros, para tratar em termos de ‘nósos que apoiam o seu governo e de ‘elesos pessimistas, aqueles que não o apoiam. Usa-se o pretexto da Copa do Mundo para fazer pronunciamento puramente eleitoral”, el ministro dijo. El caso de la ponente, Tarcísio Vieira, entendeu não haver irregularidades no pronunciamento e negou pedido do PSB para punir a presidente. Não há data para a retomada do julgamento no TSE.

fuente: Veja.com


*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.


contacto Condiciones de uso wp: (92) 99344-0505