02/10/2015 13h49 - Actualizado 2/10/2015 13h49

Bisneto pede esclarecimento sobre retirada de imóveis de beneficiários do Minha Casa, Mi vida

Os beneficiários estariam inadimplentes há três meses.
foto: Alexssandro Loyola/ Câmara Federal

O Governo Federal decidiu retomar os imóveis dos beneficiários mais carentes do programa Minha Casa, Mi vida, que estão inadimplentes há mais de três meses. Com base nisso, o deputado federal Arthur Virgílio Bisneto (PSDB-AM), vice-líder da Oposição, solicitou ao Ministério das Cidades esclarecimentos quanto à retirada de imóveis dos beneficiários do programa. O requerimento foi apresentado nesta semana na Câmara Federal, en Brasilia.

De acordo com reportagem do jornal Estadão, publicada no último dia 20, a Caixa Econômica Federal apertou a cobrança das prestações que estão atrasadas.

Passou a ligar e a enviar SMS para os beneficiários logo após os primeiros dias de vencimento. Segundo a notícia, a mudança de postura em relação aos calotes da chamada faixa 1 do programa para famílias com renda mensal de até R$ 1,6 mil, deve-se a dois fatores: o agravamento da crise, que não permite ao governo ser leniente com a inadimplência em momento de frustração de recursos, e o temor da fiscalização dos órgãos de controle, já que até 95% desses imóveis são bancados com dinheiro público. “Estamos pedindo que o ministério justifique a retirada de imóveis dos beneficiários, já que a intenção inicial do programa era ajudar famílias de baixa renda a realizarem o sonho da casa própria”, declarou o tucano.

*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.

Ultimas Noticias

contacto Condiciones de uso wp: (92) 99344-0505