Governo Federal deixa pescadores na miséria sem o Seguro Defeso, dice diputado

Dermilson Chagas afirmou que em todo o país 90 mil pescadores.
13/10/2015 12h44 - Actualizado 13/10/2015 12h44
foto: revelación

Durante a Sessão Plenária realizada na manhã desta terça-feira (13), Amazonas en la Asamblea Legislativa (peligro), o deputado Dermilson Chagas (PDT), falou sobre a decisão do Governo Federal em suspender, por 120 días, o pagamento do Seguro-Defeso aos pescadores profissionais artesanais, para, durante esse período, realizar um recadastramento desses trabalhadores pelo Ministério da Agricultura, Ganadería y Abastecimiento (MAPA).

“Nós não temos o respeito do governo federal”, dijo el representante, afirmando que os pescadores do Amazonas que dependem desse recurso durante o período do defeso, provavelmente irão retornar suas atividades de pesca, pois precisam manter suas famílias. O deputado Dermilson disse concordar com a titular do MAPA, Katia Abreu, que justificou essa medida em razão da necessidade de realizar um monitoramento para combater situações onde pessoas recebam o seguro, mesmo sem ter direito; sin embargo, para o deputado, isso não pode ser feito justo neste período, e punindo a todos.

Chagas afirmou que em todo o país 90 mil pescadores serão afetados e mais de R$ 290 milhões deixarão de circular na economia nacional, e condena a atitude do Governo Federal, que escolhe deixar o povo do interior do Amazonas em situação de miséria, ao optar por conceder, por ejemplo, isenção de impostos às grandes empresas.


*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.


contacto Condiciones de uso