Alessandra aciona Comissão de Ética da ALE-AM contra Abdala

Deputada diz que foi xingada em plenário.
04/11/2015 12h17 - Actualizado 4/11/2015 12H43

La señora Alessandra Campelo (PCdoB) dicho, el miércoles (4), que vai acionar a Comissão de Ética da Assembleia Legislativa do Amazonas (DE-AM) para apurar a conduta do deputado Abdala Fraxe (PTN). Ela afirma que o deputado a chamou de filha da #$&@% no plenário da Casa.

Eu estava no final do meu pronunciamento e vi que ele falou algo, mas não sabia se ele havia me chamado disso mesmo, ou tinha pedido uma fala (um aparte). Após a sessão eu fui no setor da comunicação da Casa, solicitei as imagens e o áudio e é possível ouvir claramente a fala dele”, dijo.

Procurado pela imprensa, o deputado Abdala Fraxe disse que, no momento do discurso de Alessandra, falava com uma empresa de cartão de crédito que o informou que seu cartão havia sido clonado, e por isso usou palavras de baixo calão, mas não notou que o seu microfone estava ligado, e que o áudio tinha sido gravado.

Ao tomar conhecimento do argumento apresentado por Abdala, a deputada disse não acreditar ser verdade porque o parlamentar não falava ao telefone no momento do seu discurso. “Ele é um mentiroso”, dijo.

Alessandra chegou a dizer que a mãe dela queria ir à ALE para bater no deputado. “Minha mãe queria vir. Eu não deixei. Ela disse: mas ele ofendeu foi a mim”, informou Alessandra.

El presidente de la Cámara, Sr. Joshua Neto (PSD), disse que o pedido de Alessandra tramitará e será encaminhado a Comissão de Ética, onde será analisado conforme o Código de Ética da Casa.

Segundo a procuradoria da Casa, apesar do novo Código de Ética da ALE ainda não ter sido aprovado, o antigo está valendo porque não foi revogado.

Ver el vídeo:


*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.


contacto Condiciones de uso wp: (92) 99344-0505