06/11/2015 12h04 - Actualizado 6/11/2015 12h04

Los estudiantes participan en gymkhana ojo en Brasil examen

Participaram da gincana aproximadamente 80 estudiantes.
foto: Rodemarques Abreu
foto: Rodemarques Abreu

Aproximadamente 80 alunos das escolas municipais Olavo das Neves e Plínio Ramos Coelho, ambas localizadas no bairro Tancredo Neves, zona este, farão a Prova Brasil, el lunes, 9, e estão se preparando para a avaliação com várias estratégias pedagógicas, entre elas a gincana pedagógica, envolvendo as disciplinas de língua portuguesa, matemática e ciências.

Na tarde da quinta-feira, a Escola Municipal Plínio Ramos Coelho realizou a atividade extraclasse, que incluem, todavía, atividades motoras. Além dos estudantes, participaram docentes e gestores das escolas envolvidas.

A gincana foi dividida em oito rodadas de perguntas e respostas. Em língua portuguesa, foram trabalhados assuntos como interpretação de texto, inferência dos significados (deduzir o significado das palavras pelo contexto) e gêneros textuais. en matemáticas, foram trabalhadas formas geométricas, situação problema, perímetro, entre otros. Em ciências, foi abordado cinética, velocidade, optica, entre otros.

A Escola Plínio Ramos coelho preparou os seus alunos durante as aulas e atividades internas. Segundo o gestor da unidade, Ivonelson da Silva, as atividades extras vão contribuir para o bom desempenho dos alunos na Prova Brasil.

“A nossa intenção, a partir disso, foi dar suporte e oferecer um mecanismo pedagógico para que eles tivessem condições para fazer uma boa prova. Estamos ansiosos e convictos que vamos obter um bom resultado, porque ao longo dos anos fizemos uma intensa preparação com simulados realizados semanalmente, com reforço escolar e com um trabalho específico para os alunos que apresentaram dificuldade em língua portuguesa e matemática. Agora é só esperar para ver o reflexo deste trabalho”, recalcó.

Já a escola Olavo das Neves, para a gincana, específicamente, trabalhou com seus alunos durante toda esta semana, com aulas direcionadas para o evento. Sobre a prova Brasil, a gestora da unidade, Lucimar Reis Santana, enfatizou que os seus alunos estão preparados e que a escola está na torcida e aguardo o retorno do trabalho.

Estamos confiantes porque acreditamos que os nossos alunos estão bastante preparados. Realizamos várias ações para chegarmos a este momento com um olhar positivo. Esse trabalho se refletirá na hora da prova. É o que acreditamos e o que esperamos”, subrayó.

Para a aluna da Escola Plínio Ramos Coelho, Emily da Silva, 14, a gincana foi um reforço para que ela possa fazer uma boa prova. “A partir da gincana pude absorver melhor alguns assuntos e disciplinas. Em língua portuguesa, por ejemplo, passei a interpretar melhor os textos e corrigir a escrita de algumas palavras corretamente. Isso me deixa muito feliz e segura para segunda feira”, observó.

Outro estudante que participou da atividade foi o aluno da escola Olavo das Neves, Pedro Ivan. Ele aprovou a ideia, classificando-a como sábia. “Esta gincana foi importante para testar o conhecimento que adquirir ao longo do ano. Achei muito interessante, porque tive a oportunidade de conhecer alunos de outras escolas, de fazer novas amizades e de aprender de uma forma divertida”, recalcó.

Al final del evento, foram entregues as medalhas e o troféu a escola e aos alunos que mais se destacaram na gincana.

*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.

Ultimas Noticias

contacto Condiciones de uso wp: (92) 99344-0505