17/11/2015 13h49 - Actualizado 17/11/2015 13h49

Futebol amazonense estará em debate na Aleam nesta quarta-feira (18)

Falta de ambulância nos jogos e cobranças indevidas para o uso de estádios estão na pauta.
foto: revelación
foto: revelación

Falta de ambulância nos jogos, cobranças indevidas para o uso de estádios públicos, calendario, apoio governamental, suporte aos torneios femininos, Vale Futebol, seguridad. Esses e outros temas serão debatidos na audiência pública “A Situação do Futebol Amazonense”, el miércoles, 18 Noviembre, una 10h partir das, en el auditorio Canon Azevedo, no térreo da Assembleia Legislativa do Amazonas (peligro).

O encontro é uma propositura da deputada Alessandra Campêlo (PCdoB) e do deputado Augusto Ferraz (LA) por meio da Comissão de Esporte e Lazer. A organização espera reunir dirigentes, atletas, ventiladores, parlamentario, FAF, órgãos fiscalizadores e representantes do Poder Público. O objetivo da audiência pública é apontar caminhos que possam melhorar o desenvolvimento do futebol amazonense masculino e feminino em todas as categorias, resgatando o torcedor aos estádios.

“O que motivou essa audiência pública da Assembleia foi o episódio em que uma jogadora do time feminino do Holanda passou mal num jogo da semifinal do Amazonense deste ano e não havia ambulância na Colina para fazer o atendimento”, enfatiza Alessandra.
A deputada acredita que é preciso debater esse tipo de situação que atenta contra a vida dos jogadores e jogadoras e, al mismo tiempo, é necessário ouvir propostas que ajudem a Casa a legislar a favor do crescimento do nosso futebol.

Em seu mandato, Alessandra apresentou a proposta do Vale Futebol, para incentivar os clubes financeiramente com um percentual do aumento da arrecadação do Estado e levar torcedores aos jogos por meio de promoções. O projeto foi encaminhado ao Governo, que implantou um programa de notas fiscais, mas esqueceu o futebol.

Outro projeto de lei de Alessandra é o que estabelece a igualdade de gênero na concessão do apoio governamental ao futebol profissional. Significa que, se aprovado, o projeto vai obrigar o Governo a ajudar também o futebol feminino, da mesma maneira que já faz o repasse anual aos clubes do masculino.

*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.

Ultimas Noticias

contacto Condiciones de uso wp: (92) 99344-0505
Fast-Clube-foto-1-by-Michael-Dantas-Copy.jpg' and lang = 'es' Served from: ampost.com.br @ 2016-12-10 07:00:07 by W3 Total Cache -->