17/11/2015 14h58 - Actualizado 17/11/2015 14h58

Governo deve ter cautela para resolver situação da invasão ‘Cidades das Luzes’, diz Álvaro

Pelo menos cinco mil pessoas moram na comunidade.
foto: James Correa
foto: James Correa

Após visita à invasão ‘Cidades das Luzes’, situada entre o ramal da Anaconda e à margem direita do rio Tarumã-Açu, en Tarumã, Al oeste de Manaos, El concejal Álvaro Campelo (PÁGINAS) usou a tribuna da Câmara Municipal de Manaus (CMM), para pedir que o Estado resolva a situação, das mais de cinco mil pessoas que moram ali, com cautela.

"yo, no último sábado (14), juntamente com o representante da Ouvidoria do município e com o defensor Carlos Alberto, visitamos o local, e tudo aquilo que já foi veiculado sobre a invasão, não foi constatado por nós. O que nós temos ali, em sua esmagadora maioria, são pais e mães de família, comerciantes de pequeno porte com ânimo de fixar residência e de ter um pedaço de terra ali”, destacou Álvaro.

concejal, todavía, disse que o assunto é extremamente delicado, mas que a Câmara não pode se furtar do debate. Sin embargo, ressaltou que é contra a invasões. “Nós temos que analisar certas questões com um olhar muito mais amplo, a situação das Cidades das Luzes, que é realmente muito preocupante. Sabemos que o déficit habitacional é um problema nacional, mas nós temos um problema que precisa ser resolvido e olhado como muito cuidado. E apelo que o Estado olhe com muito carinho a situação dessas pessoas”, concluido.

*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.

Ultimas Noticias

contacto Condiciones de uso wp: (92) 99344-0505