14/12/2015 14H52 - Actualizado 14/12/2015 14H52

Sr. Ipaam acusa de obras "atasco" de la BR-319

Orlando Cidade pediu o apoio para ir à Justiça pedir que o órgão se manifeste.
foto: revelación
foto: revelación

En un comunicado en el suelo de la Asamblea Legislativa de Amazonas (peligro), el lunes (14), El congresista Orlando City (PTN) clasificado como "perdido" del Instituto del Estado de Amazonas Protección del Medio Ambiente (Ipaam) por não liberar as licenças que permitem a continuação das obras de manutenção e conservação da BR-319. Cidade pediu o apoio do parlamento para ir à Justiça pedir que o órgão se manifeste.

Orlando Cidade disse que o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) solicitou a liberação da obra que seguiu para a decisão do presidente do Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região, desembargador federal Cândido Ribeiro. O desembargador suspendeu liminar da 7ª Vara da Justiça Federal do Amazonas, Aline Soares Lucena Carnaúba, que atendia a uma ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal.

Sin embargo, o deputado disse que o Ipaam continua não liberando as licenças necessárias para dar continuidade às obras do trecho do meio (entre os quilômetros 250 mi 655 que la BR-319). “Vou pedir o apoio do governador José Melo (PROS) para não permitir que o Ipaam seja o causador desse prejuízo à economia amazonense e à população em geral”, lamentó.

*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.

Ultimas Noticias

contacto Condiciones de uso wp: (92) 99344-0505