22/01/2016 16h48 - Actualizado 22/01/2016 16h48

Las operaciones deben reforzar la vigilancia en las zonas con alta incidencia de la delincuencia

A partir del lunes (25) cerca de 1.200 policiais participarão das ações.
foto: PC estreno
foto: PC estreno

La Secretaría de Seguridad Pública de la Amazonía (SSP-AM) e órgãos do Sistema, Policía civil, Policia militar, Dirección General de Tráfico Amazonas (DMV-AM) e Corpo de Bombeiros, realizam a partir desta sexta-feira, 22 de enero, até a madrugada de segunda-feira (25), uma ação de combate à violência urbana em Manaus com operações de aproximação nas áreas consideradas de exposição de risco. “Vamos cobrir a cidade com ações de policiamento ostensivo, barreiras fixas e itinerantes, incursões em áreas violentas, fiscalização de bares e casas noturnas e ônibus”, disse o secretário de Segurança Pública do Amazonas, Sergio Fontes.

En estas áreas, os órgãos irão atuar reforçando o policiamento ostensivo no período dia, noite e madrugada, com efetivo de aproximadamente 1.200 policía, que não atuam no policiamento ordinário, entre civiles y militares. “São servidores policiais que atuam no setor administrativo, em investigação e nas tropas especializadas, que não atuam no policiamento ostensivo, mas estarão cooperando nessas ações”, detalhou Sérgio Fontes.

Durante el día, as ações de aproximação estão sob a responsabilidade da Polícia Civil, das 8h às 18h nos bairros da zona norte. “Dividimos as ações em três partes para que o reforço no policiamento ocorra por 24 horas. Durante el día, a Polícia Civil reforça o policiamento, à noite é a SSP-AM com os seus servidores e na madrugada o reforço será da tropa da Polícia Militar”, afirmou o secretário de Segurança Pública.

A operação coordenada diretamente pela SSP-AM contará com o efetivo de todos os órgãos vinculados e secretarias-executivas dentre os quais: Secretaria-Executiva-Adjunta de Operações (Seaop), Secretaria-Executiva-Adjunta de Inteligência (Seai), Secretaria-Executiva-Adjunta de Planejamento e Gestão Integrada (Seagi), Instituto Integrado de Ensino de Segurança Pública (Iesp), Corregedoria-Geral do Sistema de Segurança Pública, Ouvidoria do Sistema de Segurança Pública e Departamento de Polícia Técnico-Cientifica (DPTC). A operação consiste no emprego de todas as tecnologias e ferramentas de inteligência que já são usadas pelos órgãos, como o mapeamento de Geoprocessamento, uso das Forças Especializadas de Pronta-Reposta (Grupo Fera, Rocam e o COE), atuando conforme mapeamento de ocorrências registradas.

Todas as ações serão acompanhadas pelo Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), de onde as equipes serão orientadas. “Nesse momento de combate intenso à criminalidade, estamos envolvendo todos os policiais que estão lotados em órgãos do Sistema, inclusive aqueles que estão no serviço administrativo. A ideia é realizar policiamento ostensivo, com barreiras fixas e itinerantes, incursões em áreas violentas, fiscalização de bares e casas noturnas e ônibus”, dijo Sergio Fontes,

Dentre os bairros que recebem ações de fiscalização neste final de semana está o bairro Colônia Terra Nova, que desde o início de janeiro registrou sete homicídios. “É um bairro que não está entre os mais violentos, pero, nesse início do ano, uma briga de traficantes locais causou todas essas mortes. Por eso, estaremos no local, para fazer uma ação de policiamento ostensivo e também de fiscalização”, informou o secretário de Segurança.

*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.

Ultimas Noticias

contacto Condiciones de uso wp: (92) 99344-0505
-->