12/02/2016 08H26 - Actualizado 13/02/2016 14h06

hoja S. Paulo afirma que houve pagamento de propina na construção da Arena da Amazônia

A obra foi iniciada na gestão do ex-governador e atual ministro de Minas e Energia Eduardo Braga.
foto: reproducción
foto: reproducción

O Amazonas voltou a ser destaque na mídia nacional na noite da última quinta-feira (11), mas não foi por uma boa notícia. Segundo matéria da Folha de São Paulo, houve pagamento de propina na construção da Arena da Amazônia.

De acuerdo con el informe, o ex-presidente da Andrade Gutierrez, Ótavio Marques de Azevedo, que havia sido preso na última quarta-feira (10), mesmo depois de ter fechado um acordo de delação premiada, foi solto na noite desta quinta-feira (11).

No acordo de delação premiada, assinado na Procuradoria-Geral da República, oito ex-executivos da empreiteira se comprometeram a revelar informações sobre pedidos de doações eleitorais para a campanha de 2014 da presidente Dilma Rousseff (PT).

Según la publicación, outro tema que foi fechado no acordo de delação é “o pagamento de uma série de propinas” nas obras de construção e reforma de estádios para a Copa do Mundo. Entre eles a Arena Amazonia, que foi projetado na gestão do ex-governador do Amazonas e atual ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga.

Agora é esperar os próximos capítulos para saber quem autorizou e quem recebeu os pagamentos de propina.

fuente: Escribir AM Mensaje

*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.

Ultimas Noticias

contacto Condiciones de uso wp: (92) 99344-0505