El gobernador de entrega R $ 1,2 millones de dólares en ayuda humanitaria a los municipios de la sequía de emergencia

José Melo fez o repasse nesta terça-feira, 23.
23/02/2016 11H43 - Actualizado 5/03/2016 03H29
foto: Valdo León / Secom

El Gobierno de Amazonas, por meio da Defesa Civil do Estado, começou nesta terça-feira (23), a entrega da ajuda humanitária aos quatro municípios da Calha do Rio Negro que estão sofrendo por conta da seca dos rios. El gobernador del estado, José Melo, acompanhou o envio dos primeiros lotes na sede do órgão, no bairro da Cachoeirinha, zona sur de Manaus. Os mantimentos serão enviados em caminhões. O primeiro a receber será Presidente Figueiredo, considerado em situação mais preocupante. en conjunto, más de R $ 1,2 milhão em auxílio será encaminhado aos quatro municípios.

A ajuda humanitária chegará a Presidente Figueiredo, San Gabriel de Cachoeira, Barcelos e Santa Isabel do Rio Negro. Cada uma das cidades vai receber aporte de R$ 300 mil, recursos que serão utilizados em logística, na compra de combustível, aluguel de embarcações, carros-pipa e outros tipos de ações. “Estamos com a cidade de Manaus com 2,45 menor que no ano passado, estamos com o Juruá em situação de alerta, aí por causa da cheia, e agora vamos cuidar do Rio Negro. O Rio Negro está em uma situação muito difícil. É uma região extremamente pobre, com municípios enormes e, por lo tanto, o nosso governo entra para ajudar com recursos financeiros para permitir que os prefeitos, ao receberem ajuda humanitária, possam fazer com que ela chegue na ponta, nos mais longínquos igarapés”, Hizo hincapié en que el gobernador.

Também serão encaminhadas 200 toneladas de alimentos não perecíveis. en conjunto, 5.478 pessoas estão sendo afetas pelo fenômeno da seca, conforme dados da Defesa Civil do Amazonas. De acordo com o Centro de Monitoramento Hidrológico e Ambiental do órgão, o período de enchente foi afetado pelo fenômeno El Niño, o que reduziu sensivelmente o índice de chuvas neste período.

De acuerdo con el gobernador, os recursos destinados à ação emergencial são provenientes do Governo do Estado. Ainda não há apoio financeiro do governo federal. “Acionamos o governo federal, mas a informação que nós temos é que não tem dinheiro. Então resolvemos socorrer dos dois lados, R $ 1,2 milhão para que os municípios possam se locomover, e estamos gastando 2,6 milhões com esse material todo que a gente comprou, os cinco kits do nosso portfólio de ajuda humanitária. Estamos nos preparando para o Juruá, que já entrou na situação de alerta pela quantidade de chuva e já tem municípios em situação de alerta”, Melo destacó.

Resumo da ajuda humanitária
-alimentos não perecíveis- 200 toneladas;

-Kit’s dormitórios (redes, colchões e mosqueteiros)- 15 mil unidades total;

kit’s higiene- 5 mil;

-água potável- 5 mil litros;

-hipoclorito de sódio-10 mil frascos;

-kit’s medicamentos;

-Moto bombas com mangueiras de 100 metros, para o auxilio da produção rural das comunidades (150 unidades) y además 100 caixas d’água.

Balanço da Situação de Emergência/ estiagem 2016

1-Presidente Figueiredo

2-Santa Isabel do Rio Negro

3-San Gabriel de Cachoeira

4- Barcelos (NOVO)

Balanço da Situação de Emergência/ queimadas 2016

1- Barcelos

Total de Famílias Afetadas: 5.478


*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.


contacto Condiciones de uso