Vereador cobra execução de emendas à LOA pela Prefeitura

de vez en cuando, moradores do bairro Santa Etelvina cobraram reforma de Centro Esportivo no bairro.
23/02/2016 10H26 - Actualizado 23/02/2016 10H26
foto: asesor

al año 2016 está chegando ao terceiro mês e ainda há vereadores, cujas emendas à Lei Orçamentária Anual (carta de acuerdo), de 2014, não saíram do papel. O assunto foi tema do discurso do vereador professor Bibiano (PT), el pleno de la ciudad de Manaus (CMM), el lunes (22).

Uma das mais contundentes vozes de oposição ao prefeito Arthur Neto, o parlamentar levantou a hipótese de perseguição política por parte do chefe do Executivo contra os vereadores de oposição. Según él, nenhuma das emendas que apresentou à LOA, hasta ahora, foi executada, entre ellas, a que previa a reforma do Complexo Esportivo Amadeu Teixeira, que está localizado no bairro Santa Etelvina (zona Norte), cujo valor está orçado em R$ 600 mil.

Según la parlamentaria, o tratamento diferenciado com que a Prefeitura vem tratando as emendas dos parlamentares de oposição é de se lamentar. Además, ele destaca que a Câmara é um poder independente e que, por eso, deve ser tratada com o devido respeito. Ele chegou a exigir o cumprimento das emendas, conforme preconiza o artigo 81, da Lei Orgânica do Município (Loman), o qual estabelece que “o prefeito será processado e julgado, caso descumpra o orçamento aprovado para o exercício financeiro”.

para parlamentaria, é lamentável que a reforma do complexo tenha se transformado em uma verdadeira novela. Conforme ele, o valor de R$ 600 mil para o significado que o espaço possui para os moradores é insignificante. Bibiano diz ainda que a continuar com essa postura de favorecimento dos vereadores da base aliada o prefeito está favorecendo o aumento do índice de violência, uma vez que o complexo esportivo é um importante instrumento de socialização de crianças e jovens e com isso, faz com que os mesmos tenham uma ocupação.

População cobra reforma do CCA na Câmara
A cobrança do vereador ganhou fôlego com a presença de membros do grupo da Melhor Idade na galeria da Câmara Municipal. Munidas de cartazes, com palavras de ordem do tipo “SOS CCA Santa Etelvina”, “Queremos a reforma do CCA do Santa Etelvina”, “Cadê os R$ 600 mil aprovados na LOA?”.

A representante do grupo, Marlene Matos, destacou que o local está abandonado há mais de três anos. Según ella, a piscina onde são praticados esportes, como natação e hidroginástica, por ejemplo, está servindo de criadouro do Aeges Aegypti por falta de manutenção. “Daqui a pouco vai chegar o período de eleição e vão dar a desculpa de que não irão fazer, por eso, estamos aqui (en la Casa) para cobrar a reforma no CCA”, dicho.

As comunitárias reuniram-se com o vereador Bibiano e o líder do prefeito na Casa, El concejal de Elias Emanuel (PSDB). Desse encontro, ficou firmada a realização de uma reunião para apresentação do projeto de reforma do Complexo para a comunidade. O encontro foi marcado para a próxima quinta-feira (25), 19marido, no próprio Amadeu Teixeira.

O vereador disse ainda que está reunião de apresentação do projeto será apenas um marco inicial e que a luta pela revitalização só irá cessar quando o espaço for realmente entregue à comunidade todo revitalizado.

En mayo del año pasado, o vereador chegou a promover audiência pública no próprio Centro, com a presença de representantes da Prefeitura e de moradores do local. de vez en cuando, participaram engenheiros da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) que foram fazer um levantamento de informações técnicas para elaboração de um projeto de reforma do complexo, a pedido do próprio vereador Bibiano, não possui nem data para o início das obras de Reforma do Complexo.


*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.


contacto Condiciones de uso wp: (92) 99344-0505