09/03/2016 13h34 - Actualizado 9/03/2016 13h34

Especialista em Life and Business Coach ensina como empreender em tempos de crise

A palestra é gratuita e acontece nesta sexta-feira (11).
foto: revelación
foto: revelación

A economia nacional não está em sua melhor fase e o cenário de incerteza tem levado muitos a ficarem com receio de investir no seu próprio negócio. A especialista em Life and Business Coach e sócia-proprietária do Centro Literatus (CEL), Eliana Pinheiro, destaca que o momento deve ser encarado como o de oportunidades e o empreendedor deve buscar o que ele pode fazer de diferente para se destacar no mercado.

ella, que estará promovendo uma palestra gratuita nesta sexta-feira (11), a las 16h, no Shopping Via Norte, sobre “Como empreender na crise”, alerta que, para fugir do desemprego, ou ter uma renda extra, para empreender é necessário que haja qualificação constante. “É essencial, para conhecer seus talentos, se planejar, inovar, analisar o mercado, identificar ponto fraco no segmento onde pretende atuar e conseguir se diferenciar”, frisou a especialista, que estará no empreendimento participando de uma ação do Literatus da semana da Mulher em centro de compras.

Entre os segmentos em destaque e que continuam em alta mesmo em tempos crise, segundo Eliana, estão o de alimentação e estética. “São ramos que são bastante consumidos pela população”, disse Eliana, que revela que o segredo está em se especializar em algum serviço ou produto específico carente no mercado.

Outra dica da empresária é não subestimar o poder das redes sociais, que hoje vão além de apenas divulgar seus produtos ou serviços, tornando-se também ferramentas para ter um termômetro do seu mercado consumidor e poder oferecer além do que procuram.

“Uma manicure pode aproveitar o aplicativo Instagram para divulgar seus trabalhos e ainda agendar atendimentos. Uma cozinheira pode criar uma página no Facebook para divulgar o cardápio diário de seu serviço de delivery e receber pedidos dos clientes através dela”, dijo el experto.

De cada dez brasileiros adultos, quatro já possuem ou estão envolvidos com a criação de uma empresa. É o que revela uma recente pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM) 2015, patrocinada pelo Sebrae no Brasil. El año pasado, a taxa de empreendedorismo no país foi de 39,3%, o maior índice dos últimos 14 anos e quase o dobro do registrado em 2002, quando a taxa era de 20,9%.

A pesquisa também revela que 56% dos empreendedores que estão criando ou já abriram uma empresa identificaram uma oportunidade. Esse número sofreu uma queda em relação aos últimos anos e voltou ao mesmo patamar de 2007, quando a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa entrou em vigor.

*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.

Ultimas Noticias

contacto Condiciones de uso wp: (92) 99344-0505