Proyecto "Conociendo mejor vivo" ofrecerá orientación y pruebas rápidas de VIH el jueves (31)

Manaus é a quinta cidade a adotar a estratégia, seguindo os exemplos de Fortaleza, Puerto Alegre, Sao Paulo y Belem.
29/03/2016 17h06 - Actualizado 29/03/2016 17h06
foto: Rodemarques Abreu (Semcom)

Uma ação educativa pontual, para orientar o público jovem sobre Infecções Sexualmente Transmissíveis (ES), HIV/Aids e hepatites virais será realizada em Manaus, el jueves (31). Para eso, a unidade móvel do projeto “Viva Melhor Sabendo” estará no Parque dos Bilhares, Centro-Sur, entre 16h e 21h. No local serão oferecidos preservativos e informações sobre direitos e cuidados com as práticas sexuais e reprodutivas. Os interessados também poderão realizar gratuitamente o teste rápido para HIV.

A ação será realizada pela Secretaria Municipal de Saúde (sems), em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (sésamo) e apoio do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

Os trabalhos serão coordenados por uma equipe técnica de profissionais da área da saúde, además de 12 adolescentes capacitados como educadores em saúde. El secretario municipal de Salud, Homero de Miranda Neto León, explica que incluir os jovens como multiplicadores de informações para pessoas da mesma faixa etária é um diferencial do projeto. “Queremos facilitar a interlocução e a adesão a práticas sexuais seguras e reduzir os riscos de doenças ou gravidez indesejada, usando para isso linguagem simples, lúdica e de fácil compreensão”, dice.

O secretário informa, todavía, que, seguindo as diretrizes nacionais, a Prefeitura de Manaus incentiva a realização do teste, tanto nas unidades de saúde quanto em eventos específicos, como estratégia para redução de infecção por HIV.

O coordenador do “Viva Melhor Sabendo”, Efraim Lisboa, destaca que a Semsa mantém um plano de formação para adolescentes e jovens, mobilizadores e educadores sociais em saúde. O objetivo é capacitar esse público para multiplicar informações sobre prevenção e tratamento das infecções sexualmente transmissíveis, HIV/Aids e sífilis, e para acolher outros jovens que convivem com o HIV/Aids. “Dessa forma queremos desconstruir tabus, preconceitos e garantir informações seguras, com fontes confiáveis”, garante o coordenador.

Manaus é a quinta cidade a adotar a estratégia, seguindo os exemplos de Fortaleza, Puerto Alegre, Sao Paulo y Belem.

A articulação envolve, todavía, além da Semsa e da Susam as secretarias municipal da Mulher, Asistencia Social y Derechos Humanos (Semmasdh), a estadual de Justiça, Derechos Humanos y Ciudadanía (Sejusc), a estadual de Educação (Seducción) e organizações jovens como a Rede Nacional de Adolescentes e Jovens Vivendo e Convivendo com HIV/Aids (núcleo Amazonas), por meio da Rede de Amizade e Solidariedade às Pessoas que Vivem com HIV/Aids, organização responsável por implementar o projeto.

Declaração de Paris

A ação é uma resposta ao compromisso firmado por prefeituras do mundo todo, por meio da ‘Declaração de Paris’. O documento foi assinado inicialmente pelo governo municipal de Paris, em primeiro de dezembro de 2014, no Dia Internacional de Luta contra a Aids. O objetivo é que cidades do mundo inteiro acelerem ações e respostas a essa epidemia. No brasil, pelo menos cinco prefeitos de grandes cidades já se comprometeram com a questão, entre ellos, o de Manaus, Arthur Virgilio Neto, en diciembre 2015.

A meta é que até 2020 todos os governos signatários consigam fazer com que 90% das pessoas que estejam vivendo com HIV saibam que têm o vírus e que, estos, 90% estejam recebendo tratamento antirretroviral, con 90% delas com carga viral indetectável.


*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.


contacto Condiciones de uso wp: (92) 99344-0505