13/04/2016 07h15 - Actualizado 13/04/2016 07h15

No Senado, Relator del juicio político se atribuya a Eunício, Renan se compromete a no interrumpir

Renan que era visto como último porto seguro de Dilma promete não impor dificuldades à tramitação.
foto: reproducción
foto: reproducción

Um passo à frente certo de que a abertura do processo de impeachment pela Câmara é irreversível, o PMDB do vice Michel Temer já deu início às discussões sobre quem comandará o caso no Senado. A relatoria do parecer deve ser confiada ao líder Eunício de Oliveira (PMDB-CE). Renan Calheiros, antes visto como último porto seguro de Dilma Rousseff, promete não impor dificuldades à tramitação. Estima-se em 15 dias o prazo para o início do julgamento, quando a presidente teria de ser afastada.

Me escapuliu “Não adianta virem perguntar ‘quem poderá nos defender’. Não vai ser Renan, pois aqui não tem Chapolin Colorado”, brinca um aliado, negando, desde ya, socorro ao Planalto.

fuente: hoja S. Paul

*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.

Ultimas Noticias

contacto Condiciones de uso wp: (92) 99344-0505